Review de filmes | Sessão Netflix

terça-feira, fevereiro 16, 2016 Thaís Bastos 10 Comentários

  Olá, meus amores!
  Quanto tempo não os “vejo”! Sou uma típica brasileira e meu ano só começa após o carnaval, então COMEÇOU \o/. Vocês já viram que temos novidades por aí, sei também que vocês já estão nos cobrando sobre o projeto Doce de Estranho com o nosso querido Waguinho, e sobre isso eu só peço paciência mesmo, pois estamos enlouquecidos para colocar em prática. Recém compramos uma câmera que irá nos ajudar nesse trabalho, porém, quem disse que sabemos mexer nela?! Kkkkkk #vergonha, chegamos ao consenso de que seria falta de respeito com o público e com os artistas que já aceitaram realizar o projeto (produzir vídeos "meia boca"), por isso estamos correndo para nos adaptarmos e e aprendermos a realizar edições cada vez melhores.

  Sobre o evento que a Ellen postou ontem, eu só tenho uma coisa pra dizer: vocês já repararam que eu não sou punk, né?! Não?! Meu estilo é totalmente diferente, mas a gig foi MUITO LEGAL, ultrapassou todas as minhas expectativas e espero que apareçam mais eventos como esse para nos deliciarmos.

  Bom, voltando ao meu post (né), nesse período longo de recesso do blog vocês devem se perguntar: “Mas o que essas meninas estão fazendo que não estão postando?”. Bem, falando por mim, eu estava bebendo e quando não estava, me arrumando para ir beber (kkkkk alcoólatra), mas isso por conta de minha amiga do Sul (que estava aqui em Brasília) e eu não podia deixar de aproveitar (sem faculdade e com a presença dela).

Mas em raros momentos de sobriedade eu assisti alguns filmes dos quais quero repassar pra vocês, porque tem uns que valem a pena assistir. Espero que gostem da relação - não sou de dar notas, por isso terá somente minhas considerações que espero que agucem sua curiosidade.
Retirada do We heart It

Simbora...

       Molly (Netflix)

Retirado do Google

  Conta a história de Molly, uma mulher autista que vive internada desde a morte de seus pais. Aos 28 anos a instituição em que mora é fechada e sua guarda é repassada ao seu irmão, que não a vê desde a infância. O longa vai mostrando o jeito dele em lidar com a situação, e com isso ele autoriza médicos a realizarem experimentos com ela, porém, as coisas não saem como o esperado.
É um filme de 1999, logo não é novidade para alguns, mas para outros você só assistirá quando tiver esgotado sua lista de filmes atuais. O que me chamou a atenção na trama foi a evolução de Molly, e ai quando você menos espera a ficha começa a cair que todo esse novo sofrimento é por conta da vaidade do irmão  - que achou que se ela melhorasse, a vida dele seria mais fácil (pelo menos foi meu ponto de vista) e ele tem que aprender a aceitar a condição de Molly.
Não é um enredo que se diga: “NOSSA, QUE FILME!” mas eu gostei pela reflexão do assunto e acho que vale o tempo gasto em assistir.

 


Retirada do Google
  Só pra começar, o elenco conta com Brittany Snow (mais conhecida pelo papel em Pitch Perfect que eu ADOOOOROO),  Jennifer Hudson (sem comentários),  Octavia Spencer (sem comentários 2) e Lea Thompson (Lorraine McFly do De Volta para o Futuro), entre muitos outros .
  O filme é de 2013 e é composto por cinco curtas metragens, sendo cada um nomeado de acordo com seu personagem principal: Lucy (Brittany Snow), Eddie (Mitch Rouse), Allison (Sofia Vassilieva), Grace (Sarah Hyland) e Maggie (Jennifer Hudson).
Através dos cinco curtas são construídas poderosas relações sobre esperança e triunfo que ajudam a criar uma nova compreensão do que acontece quando um ente querido sofre de uma doença mental.
  Eu nem vou dar meu parecer sobre o filme, porque eu achei ele brilhante e tenho medo de vocês não se empolgarem com o meu entusiasmo e não assistirem kkkkk... Mas o enredo está mais que recomendado. Mesmo que sejam histórias separadas,  no desenrolar as mesmas vão se misturando, o que achei de uma sensibilidade maravilhosa.


 

Retirada do Google
  Quem é viciado em Harry Potter e ainda não assistiu, devolva a carteirinha do fã-clube! O longa conta com a lindona da Poppy Montgomery fazendo o papel de J.K Rowling. Se trata de uma biografia não autorizada pela autora, contando a história da infância até o momento de estreia do primeiro filme da saga Harry Potter e a Pedra Filosofal.
 
  Apesar de não ser autorizada, muitos fatos já se sabem da autenticidade, como o primeiro casamento dela em Portugal (com um cara agressivo). Outra coisa que eu achei divertida  foi a identificação dos personagens de HP no cotidiano da escritora, ou seja: tá mais do que recomendado!

 


 
Geeente, para tudo! Se você for que nem eu, nem vai precisar de sinopse bastar citar nomes (Tipo Angelina Jolie, que nem leio sobre do que se trata o e já vou assistindo), pois esse filme tem como protagonista minha deusa Cléo Pires, mas para você que não tem esse meu amor por Cléo, vamos de sinopse:

Retirado do Google
  Formada em turismo e trabalhando como atendente em um hotel, Francis (Cléo Pires) se anima com a possibilidade de entrar para a polícia civil. Ela presta o concurso e, após ser aprovada, passa a frequentar o curso de habilitação para policial. Trata-se do mesmo período em que ocorreu a invasão no Complexo do Alemão, com traficantes de vários morros cariocas fugindo para cidades periféricas. É o que acontece em São Judas do Livramento, cidade no interior do estado do Rio de Janeiro, que passa a lidar com uma onda de crimes sem precedentes. Para combatê-los é enviada a unidade liderada pelo incorruptível delegado Paulo Froes (Marcos Caruso), que conta com a presença da ainda iniciante Francis. No batalhão ela precisa lidar com a desconfiança dos demais policiais, especialmente Roni (Thiago Martins), e também com as dificuldades da profissão, dos perigos inerentes ao ofício até a corrupção existente ao seu redor.

  Já ouvi dizer que era pra ser o novo “Tropa de Elite”, não sei, pode até ser a intenção, mas não acho legal comparar. Um trata sobre a vida no Bope e outra da Policia Civil, nada se compara à atuação do Wagner Moura (Capitão Nascimento) nesse filme. Entretanto, há méritos na história, na filmagem, comédia e emoção (eu choro com tudo, então não sei se será o seu caso), você também fica PUTO com a sociedade e você (no caso, EU) se apaixona ainda mais pela Cléo.



  No fim do filme aparenta que terá continuação, espero muito que sim, e acredito que essa continuação será mais eletrizante do que o primeiro filme, a protagonista não será mais iniciante e não terá mais medo de atirar, já espero ansiosamente por ele.

                                             __________________//____________________


  Meus amores, logicamente eu assisti muito mais que esses, mas por hoje acho que já falei demais kkkkkk... Vou dar o tempo de vocês assistirem minhas recomendações pra oferecer mais dicas. Continuem conosco por aqui, comentando, dando sugestões, dando suas opiniões sobre os assuntos ou indicações feitas por nós, curtam a gente no Facebook e no Instagram, precisamos de todo apoio este ano, porque sinto que 2016 será excelente para o Faroeste Manolo colocar em prática projetos importantes.

Beijão e até a próxima!
Thaís Bastos

AUTOR

Thaís. Para os íntimos, Sapathaís. Como boa libriana, adora filmes de romance, possui estilo despojado e busca o equilíbrio espiritual. Musicalmente eclética e conselheira nas horas vagas. Candomblecista com orgulho. Prefere enxergar a vida de um ponto de vista mais simples e desapegado. Não levanta bandeiras que não pode sustentar. Apesar dos pesares, continua acreditando que o amor é a única solução para tudo.

10 comentários:

  1. Que amor, Thais sz
    Molly é um dos meus filmes preferidos.. minha irmãzinha caçula é autista e minha familia sabe o quanto é difícil a adaptação na sociedade, infelizmente as pessoas são trogloditas que nao aceitam as diferenças, mas acho que Deus sabe o que faz pq talvez eu fosse uma delas se nao tivesse nosso anjinho em casa <3
    Poxa eu nao gostei mto de operacoes Especiais, a atuação da CLéo ainda nao me convence e realmente nao merece mesmo comparação com tropa de elite kkkkkkkkkkk mas pra quem gosta de acao e policial ja da pra se divertir sim

    fiquei curiosa por Call me Crazy pq amo todas as atrizes, quero ver logo!!!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *_* Eu assisto qualquer filme da Jolie e da Cléo e não consigo ter uma opinião técnica sobre a atuação, fico só ali parada, admirando a tela *_* kkkkkkkk
      Não deixe de assistir Call me Crazy, já que seu filme favorito é Molly, vc vai adorar!

      Obrigada pela visita, manda um beijinho pra sua irmãzinha ;*

      Bjo

      Excluir
  2. Não tinha conhecimento desses filmes. Me interessei pelo da J.K. Estava com saudade de vocês!

    Bom restante de semana.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *_* Aos trancos e barrancos a gente sempre volta!

      Bom restante de semana pra vc tbm ♥

      Excluir
  3. aaaah eu adorei! acredita que ainda não vi nenhum dessa listinha? haha
    fiquei com vontade de ver todos :)

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito sim ^^

      Eu só assisti porque fiquei um dia em casa caçando algo bom pra ver no Netflix xD

      Excluir
  4. Oi, Thaís!
    Que bom que aproveitou esse tempinho pra curtir a farrar com sua amiga, é sempre bom rever quem mora longe da gente, espero que tenha aproveitado bastante <3
    Sobre as indicações, eu só tinha visto Magia além das palavras, que é lindo demais, vou colocar os outros três na minha lista! Valeu pelas dicas ^_^
    Beijinhos

    Borboletas de Papel
    | Dossiê Cultural
    Conheça o projeto literário #12HistóriasBrasileiras e participe!

    ResponderExcluir
  5. Oi Thaís! Primeiramente queria dizer que te acho linda e quero casar com você HAHAHAHA oks, parei.

    Então... eu ando fazendo maratona de Netflix também (arrumei uma conta pra roubar senha e assistir de graça. Azamigas são ótimas HAHAHAH). Gostei da sua escolha de filmes, bem fora do usual e popzinho clichê (já vou procurar, inclusive, esse da JK Rowling, porque não quero devolver minha cartinha de Potterhead não, hein HAHAHAH).

    E HELL, QUASE XARÁ, VOLTA PRA MIIIIIIIIM!

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso foi um pedido de casamento? *O*
      Se for, minha resposta já é sim ♥ KKKKKK

      Excluir
  6. Oi, Thaís!
    Que bom que está de volta! :D
    Filmes e livros são paixões da minha vida. Viva a Netlix!
    Desses filmes só tinha ouvido falar sobre o da J. K. Rowling. Me falaram que é muito bom e agora com mais você falando, vou ter que assistir.
    Harry Potter e eu crescemos juntos, somos brothers, haha.
    Dos outros que você mostrou, gostei muito da sinopse de Call Me Crazy. Não conhecia e tem muita gente boa! Incrível!
    Molly parece ser uma graça também.
    <3

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)