O perigo das religiões que se levam a sério demais

segunda-feira, novembro 16, 2015 Hell F. 35 Comentários

Acredito que todos estão sabendo do massacre ocorrido na França no último final de semana. Três pontos de Paris foram alvos de ataques, deixando 129 mortos. CENTO E VINTE E NOVE PESSOAS! Pessoas inocentes, diga-se de passagem. Dentre eles a casa de shows Bataclan, localizada na capital francesa, metralhada por terroristas do Estado Islâmico.  A justificativa, já anunciada pela facção, é de que a boate já havia sido ameaçada de ataque por promover anualmente festas para guardas da fronteira. Motivo chulo é o que não falta para os jidahistas promoverem o caos.
 
Luto às vítimas da tragédia
Sobrevivente de tiroteio na casa de shows Bataclan
Como todos estão cansados de saber, os radicais islâmicos odeiam o estilo de vida ocidental. Não apenas não respeitam, como não aceitam outras religiões - tampouco a democracia e a liberdade de expressão praticada fora do universo muçulmano. Repito: RADICAIS islâmicos. Nem todos os seguidores de Maomé são terroristas, apenas os membros de grupos xiitas. É importante que entendamos as diferenças para não condenarmos inocentes e acabarmos nos igualando a esses opressores.
Refém sendo preparado para degolamento
Ok, os conflitos entre os terroristas e o Ocidente não são novidade pra ninguém, porém é preciso manter os olhos abertos. O grupo radical anda recrutando jovens da Europa e os infiltrando em seu perverso universo de violência gratuita. Esses novos adeptos foram frutos da crise mundial de 2008 - que afetou principalmente quem? Grécia e França. Se a captação de "novatos" está ocorrendo sob o alarde de crises e desespero de jovens revoltados com suas terras natais, o perigo é eminente em qualquer lugar do planeta.

Homens decapitados

Nem entrarei em detalhes sobre as razões de revolta contra a interferência de outros países e da própria ONU na cultura muçulmana, pois por trás do que vemos na mídia existem dois lados. É claro que as nações de primeiro mundo não são coitadinhas. Essas tretas giram em torno de poder, território, religião e interesses próprios. Entretanto, o que quero dizer aqui é que a postura adotada pelos jihadistas radicais não se justifica!
 
Em todas essas guerras (como a rixa histórica entre Palestina x Israel; EUA x Iraque, Rússia x Síria, e etc), as mazelas de destruição resultaram em pobres ainda mais pobres, e líderes terroristas ainda mais poderosos e aliados a nações intolerantes (como o Irã) - equipando-se de fortes armamentos e planejando novos ataques aos inimigos. A França é apenas mais um deles.
O Brasil pode chegar a ser um também um dia? Quem sabe...
 
Sabemos que o Oriente Médio é o melhor exemplo da desigualdade social: alguns privilegiados donos de riquezas exorbitantes, enquanto a maioria é vítima da pobreza extrema. Pessoas residindo em verdadeiras cavernas, à mercê da fome, do medo constante e da pressão da religião dominante.
Cruel realidade de mulher muçulmana
Mulheres são tratadas como se não tivessem valor algum. Recentemente, duas atrizes iranianas foram exiladas por terem publicado fotos de seus rostos sem o véu. E ainda tiveram sorte de escapar da execução! Na crença jihadista, Alá promete aos homens "um paraíso com 72 lindas virgens". Me pergunto para onde raios vão as almas das esposas HAHAHAH. Enfim, esse tipo de doutrina abre pauta para o debate do feminismo e prova que se aqui, no Ocidente, vivendo em democracia, já somos oprimidas por nascermos em uma cultura patriarcal (e consequentemente machista), ainda nascemos em locais MUITO melhores do que as mulheres do lado de lá!
 
Estado Islâmico
Mesmo que alguns acreditem na teoria da conspiração de que os EUA armaram o 11/09 para invadirem o Iraque, ou que esses terroristas estão apenas "descontando" a intromissão do Ocidente, creio eu que quem realmente se preocupa com Direitos Humanos não pode deixar passar batido só porque isso "é problema deles". Fechar os olhos para essas atrocidades é um ato egoísta e sem compaixão alguma. Independentemente da posição política, é uma questão humanista. Ignorar, ou pior, defender a ideologia absurda desses animais (e que os animais me perdoem pela comparação!), é aceitar que aconteça o mesmo conosco - caso o Brasil se meta em alguma treta e eles percebam como aqui a "libertinagem" é MUITO MAIOR do que a de seu inimigo (EUA) HAHAHA.
 
Execução pública
Cada jornalista decapitado pelo EI merece no mínimo uma pausa para reflexão. Cada vítima da Bataclan merece um apelo indignado, pois a Terceira Guerra Mundial pode surgir a qualquer momento, e só quando ela chegar nós iremos nos preocupar? Não devemos respirar aliviados só por não termos familiares correndo perigo na França, nos States ou onde quer que o raio parta. É responsabilidade nossa debater com nossos amigos, pais, filhos, sobrinhos ou netos sobre o perigo dos conflitos que surgem nos confrontos à diferença. 
Mesmo que o Brasil pareça distante dessa realidade, basta lembrar de cada morte decorrida em brigas de torcida em jogos de futebol.
 
 
Ou de cada imagem de santo ou orixá quebrada por radicais evangélicos.


A intolerância, meus amigos, não é gerada pelas diferenças.
Ela nasce na NÃO ACEITAÇÃO das mesmas.
 
O grande problema do pensamento de grupo é que tem o poder de transformar pessoas de mente fraca em marginais. E existe por todo o lado. Vivi isso no anarco punk, por exemplo. E por se tratar de "casos isolados", cada ato intolerante se torna apenas mais uma notícia "que não é novidade pra ninguém". Quantas pessoas são agredidas diariamente por serem homoafetivas, macumbeiras, "bambis" (termo pejorativo dirigido à torcida do meu time) ou mulheres (feminicídio)?
 
Qual a diferença entre um torcedor do Flamengo que assassina um vascaíno e um dos atiradores na boate da França? Te digo: nenhuma! Qual a diferença entre um político evangélico (Eduardo Cunha) que deseja criminalizar o aborto de mulheres estupradas e um jihadista que apedreja uma adúltera? Novamente: nenhuma!
 
Quando você coloca uma paixão, um orgulho ou uma crença acima do bem comum, já possui forte talento para integrar um grupo terrorista. Só porque está escrito na Bíblia não quer dizer que toda a população deve viver de acordo com o que contém no livro. E é basicamente isso que acontece em países muçulmanos. As leis são uma extensão do Alcorão e são seguidas à risca. Mulheres não podem dirigir nem trabalhar, por exemplo. Homoafetivos são mortos em praças públicas. Em pleno século XXI. Por conta de quê? R E L I G  I Ã O.
 
As duras leis islâmicas condenam milhares de cidadãos em nome do Alcorão. No Brasil, um específico segmento de fé está seguindo (bem devagar) os passos do radicalismo do Oriente Médio. Com todo respeito aos leitores evangélicos, penso que se as igrejas protestantes tivessem o mesmo poder que a Igreja Católica na época da Inquisição, o desastre seria ainda maior. Digo isso porque antes dos católicos perderem tanto espaço no país (pra quem não se lembra, nos anos 90 cerca de 70% da população se dizia católica), não existia essa guerra declarada aos LGBTs e aos adeptos de religiões afrobrasileiras. O preconceito SEMPRE existiu, mas a manipulação não era tão forte. Se os católicos, que são mais de boa, já fizeram aquele estrago todo, imaginem aquele poder todo nas mãos de quem acredita literalmente na Bíblia HAHAHA...
 
*Lembrando que nem TODOS os evangélicos são preconceituosos, estou me referindo aos radicais*
 
Carioca de 11 anos vítima de intolerância religiosa

Em toda religião há otários. Isso vale no Espiritismo (em todas as suas vertentes), no Cristianismo, Judaísmo, Hinduísmo, Paganismo e assim por diante. Pilantra tem por todo lado. Só que a merda só piora quando se mistura política com crenças pessoais. Quando um Marco Feliciânus da vida ocupa uma posição de enorme influência para dificultar ações à minoria X ou Y, prova que se vivêssemos em uma espécie de ditadura, os tais Gladiadores do Altar comandariam aqui como o Estado Islâmico comanda no Oriente Médio. E quem vocês acham que os jihadistas brasileiros atacariam primeiro?  

Temos sorte de termos encarnado em um país, que por pior que esteja, ainda é democrático. Podemos falar o que quisermos sem o risco de apedrejamento. Nós, mulheres, não somos obrigadas a vestir burcas ou nos casar com quem a família escolhe por nós. Digo por mim, tenho sorte de poder ser herege ou destilar blasfêmias quando quiser, sem nenhum maluco de vestido preto me raptar, estuprar e decapitar na frente de todo mundo.
 
Não quero soar preconceituosa com os muçulmanos, meu repúdio se direciona apenas aos terroristas. Temos que acordar para o perigo das religiões que se levam a sério demais. Se você acredita que só Jesus pode te salvar, que Alá é o cara, que OVNIs existem, que há mais de um Deus ou que não existe Deus nenhum... mano, isso é problema SEU. Ninguém é obrigado a ler a Bíblia só porque é o SEU livro sagrado. Ninguém tem que se converter ao Islã só porque você acredita que é a única salvação. Os comediantes não têm que esconder piadas de Maomé por receito desses doentes quebrarem TUTO. Esse medo todo só dá moral pros caras e quem paga as contas são os inocentes e vou te dizer o porquê: porque não importa se todo o mundo deixa-los em paz, eles SEMPRE arrumarão desculpas pra matar, invadir, explodir e destruir. A morte para eles é questão de honra. Eles acreditam que morrer em batalha levando inocentes consigo lhes garantirá o céu perfeito. E eles nunca aceitarão a vida ocidental porque somos sérios pecadores (no ponto de vista deles). Até que todos se rendam e aceitem seu deus idiota, eles continuarão em guerra civil AND religiosa, custe o que custar. Intolerantes não aprendem lições de moral, eles só fazem com que os outros engulam sua verdade à força. Pra quem ainda tem "dózinha" de terrorista, fineza dar uma olhada aqui. Ou aqui. Ou aqui.
 
Vi um vídeo bem bacana do comediante ateu Bill Maher comentando sobre a ameaça dos xiitas aos EUA por conta de um episódio de South Park (que ainda teve peito ao ir ao ar colocando Maomé vestido de ursinho HAHAHAH). Maher deu um recado aos jihadistas deixando bem claro que a cultura ocidental é e sempre será melhor do que a deles porque eles aceitem ou não, na América as mulheres têm direito, as pessoas vivem em democracia e que não deixarão esse sistema apenas por medo de terroristas.

Os EUA foram ameaçados por redes terroristas por conta de um episódio de South Park
 
Há algo que possamos fazer daqui? Sim, ter compaixão às vítimas de lá e praticar diálogo consciente para que nunca aconteça o mesmo conosco. Denunciar quem depreda igrejas, terreiros ou templos religiosos. Impedir brigas de bar por conta de jogos de futebol. Futebol é futebol. Religião é religião. Não dependemos de nada disso pra viver. E claro, ensinar aos pequenos em sua volta que todos têm liberdade de escolher o Deus que querem acreditar. Não obrigar seu filho a seguir a TUA crença. Por mais que pensemos que nossas religiões são ingênuas e que nunca chegarão ao ponto do Islamismo, basta lembrar de cada pancadaria entre eleitores adversários em época de eleição, de bate bocas grosseiros entre católicos e evangélicos, dos discursos do Bolsonaro ou da menininha de 11 anos que apanhou de crentes por ser macumbeira.
 
Agora junte todo tipo de pessoa radical num pensamento só e atribua a elas poder.
 
Sem mais!

 
Direitos autorais: Valorize a veia artística deste blog, em respeito à lei nº 9.610 (de 19 de fevereiro de 1998). Não faça cópias de trechos/quotes deste conteúdo autoral sem fornecer o devido crédito à autora e ao nosso link. A equipe Faroeste Manolo agradece ^^.
Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

35 comentários:

  1. 'maluco de vestido preto' ai Hell, vc me mata ate em textos serios kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Eu amo tudo que vc escreve pq me incomoda, eu penso uma coisa sobre tal assunto e acho que to certa porém quando vejo sua opiniao consigo pensar em um lado novo q nao tinha pensado antes, eu digo incomodo mas é uma coisa boa <3
    Não tenho nada contra os estados unidos mas sei que potencias gostam de guerra, eu acredito na conspiração, tipo nao em tudo, mas que teve dedo dos americanos, ainda nao sei o pq, se foi pelo petroleo, se foi armado, se morreu aquele tanto de gente mesmo, sei la, mas eu acredito kkk
    Mas e como vc falou, nao se justifica matando pessoas inocentes dessa forma =/ Deus me livre nascer em um pais muçulmano, eu seria morta assim que começasse a pensar por mim mesma kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Perfeito Hellzinha.. E exatamente como tu falou, achamos que aqui nao existe esse risco mas esquecemos das mortes nos estadios, da bancada evangelica, do preconceito contra a umbanda e etc. O Brasil tem sorte por ser um pais sem maremoto e tsnunami e que temos recursos naturais, senao viveriamos em guerra e sem estrutura nenhuma ¬¬
    Tbm sou grata por ter nascido em democracia, queria ver as feministas defenderem mais as mulheres do islã que merecem essa força!! Imagina a barra que deve ser morar lá e viver daquele jeito!
    No face ta pipocando de gente defendendo o lado dos terroristas e fico pensando se fosse aqui, sera que se esse povo ia gostar de terrorista punindo todo mundo que fala o que pensa, é foda viu?

    ResponderExcluir
  3. Nossa amor, foi o que mais me incomodou esse FDS todo, até tentei fazer um texto mas saiu meio estranho e fiquei com medo de ser incompreendida... Vlw por ser minha voz, me sinto mais aliviada agora kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Fui roendo as unhas enquanto lia o seu texto até o final, muito profundo e reflexivo. E essas imagens? Meu Deus, muito fortes! É dilacerante saber que se trata de uma realidade do dia-a-dia em muitos lugares. E eu também me pergunto se um texto desses fosse publicado por alguma mulher que vive nesses países de opressão e de fanatismo religioso. Por mais podre que seja o pensamento da maioria dos brasileiros, realmente damos "sorte" de não estar em uma situação pior. Eu lia muito os livros do Khaled Hosseini quando menor, foi através dele que fui aprendendo o quanto esses lugares podem ser cruéis com quem não compartilha de suas crenças. Eu sou Testemunha de Jeová, eu acredito na bíblia como palavra de Deus, mas que direito tenho eu de querer enfiar minhas crenças na cabeça de outra pessoa? Ninguém é obrigado a seguir nada, cada um acredita no que quer e segue o caminho que quiser. Tenho muita pena dessas pessoas que quebram santos, igrejas e etc. Porque se elas pregam um Deus de amor, qual o sentido existe em proliferar o ódio?
    Gostei do seu texto, você é muito inteligente.

    www.vodkaescarpin.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nem ah palavras
    =(
    Muito obrigada pela visita volta sempre adorei
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Convido-te a participar Giveaway
    Novo Giveaway

    ResponderExcluir
  6. Eu estou indignada com tudo que esta acontecendo, eu estou evitando jornais e algumas rede sociais pelo simples fato de que eu tenho coração mole e não suporto ver tanto sofrimento. Tentei falar sobre isso no meu blog mas fiquei com medinho e decidi não postar.
    <3 Mil Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Chocada com o texto e as imagens, você disse muito coisa que eu não sabia. Muito triste essa realidade da crença radical! :(
    http://corujasemasas.blogspot.com.br/
    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda estou tentando digerir o seu texto. Acho que é uma reação boa, afinal. Okay, vamos tentar organizar meus pensamentos aqui, não sei nem por onde começar. Literalmente. ~Acho que meu comentário pode ser meio ''misturado'' já que eu altero minhas linhas de pensamento rápido demais às vezes :')~
    As imagens são bem angustiantes. A intolerância é algo surreal. Eu tento, tento, e tento mas não consigo achar um motivo plausível para uma pessoa achar que todos tem que ser como ela. Eu não sei como é o Alcorão e se ele fala algo sobre o livre-árbitrio como na Bíblia Evangélica, mas os radicais, independente de qual religião seguem, deveriam entender que se até mesmo seu Deus, o todo-poderoso deu livre árbitrio, para TODOS nós, não são eles quem tem que apontar uma arma na nossa cabeça, invadir outros países do outro lado do Oceano - ou no deles, não importa - para enfiar na cabeça das pessoas que Alá ou Deus é a única salvação. Quero dizer, mesmo que seja, se as pessoas não querem, deixe que elas ''sucumbam aos seus próprios pecados e queimem no mármore do fogo do inferno'' porque eles não tem nada a ver com isso, não irão deixar de ir para o Céu por causa disso, porque como na bíblia diz: a salvação é individual.

    Eu acho que esse é um assunto dilacerante para se falar, mas é necessário para termos uma opinião sobre o assunto e combater isso, ao invés de fechar os olhos e, como você disse, fingir que não temos que nos preocupar só porque não aconteceu aqui. Mesmo estando separados por oceanos, fronteiras ou o que seja, ainda somos da mesma espécie, ainda dividimos um planeta e acho que nos ser solidários é o mínimo que podemos fazer, já que não podemos trazer essas pessoas de volta à vida. Quanto a teoria de que os Estados Unidos armaram isso para invadir o Irã, eu não tenho uma opinião certa sobre isso, ainda não parei para decidir em que acreditar quanto a isso, mas realmente não acho que, mesmo que seja armação dos EUA, devessem se vingar deles pagando na mesma moeda. Porque não é moeda, não é dinheiro, são vidas de pessoas inocentes. E elas não tem nada a ver com isso.

    Eu tenho vergonha de mim de pensar que já fiz parte de uma dessas igrejas que não respeitam a escolha do outro e querem impor seu Deus a elas. Aí a pessoa fala ''ai, nossa, que horrível isso dos portugueses terem escravizado os índios e forçarem eles a adorarem o deus deles'' MAS FAZEM A MESMA COISA. E esses radicais evangélicos são os que mais se vangloriam com aquelas frases prontas do tipo ''Deus é amor'', ''Ame o próximo como a ti mesmo'', ''Não julgueis'' Mas eles julgam, eles fazem um ''mutirão'' para bater nas pessoas. Eu acho incrível a capacidade de ser hipócrita dessas pessoas de julgar e bater nos outros, sair falando mal de fulaninho e ciclano e ainda ter a ousadia de botar o nome do prório Deus no meio, cara. Como se estivessem fazendo uma boa ação para humanidade. Bateram numa CRIANÇA! VELHO, O QUE ESSAS PESSOAS TEM NA CABEÇA? É um tipo de alienação que a religião causa em pessoas radicais, só pode. E elas dizem coisas como ''você não pode se tatuar/botar piercings/pintar a unha/se depilar porque vai pro inferno'' e quem são elas para decidir quem vai pro inferno ou não? E mesmo se forem, como eu disse antes, dane-se. Eles não tem nada a ver com isso. Eles (radicais) pregam o amor acima de tudo mas repudiam todo tipo de pessoa diferente deles. São os primeiros a apontar o dedo na rua por aí, falando dos pecados dos outros e falando que fulana é promíscua só por estar usando calça jeans enquanto eles encobrem seus pecados debaixo das saias e das roupas sociais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *meu comentário atingiu o limite :c''
      Tinha muita gente reclamando e julgando as pessoas que colocaram fotos no perfil com a bandeira da França, dizendo que tínhamos que estar colocando a de Minas Gerais ao invés de disso, porque devemos nos preocupar com o que está acontecendo aqui. E até vi uma menina em um grupo de fandoms falando ''Por que as pessoas só colocam homenagens para França? :'c'' e aí outra comentou ''Porque os brasileiros só se importam, infelizmente, com as coisas que acontecem lá fora. Ao invés de se importar com as coisas que acontecem na ''casa'' deles'' :'c'' PORRA. MENINA, SAI ANDA, VAI AJUDAR SUA MÃE EM CASA VAI, PORQUE ELA NÃO PAGA INTERNET PARA VOCÊ FALAR ESSAS COISAS. Quero dizer, e o que ela fez por Minas Gerais? Ela colocou a bandeira de Minas no perfil dela? Ela foi para frente da prefeitura? Ela enviou carta para Dilma? Não. Ela não fez droga nenhuma. Só ficou com a bosta da bunda sentada na cadeira reclamando da soliedariedade das pessoas sem fazer nada, como uma ''boa brasileira indignada com o andamento do país''. Mas é esse tipo de gente que ajuda a tornar o país um lugar insuportável para se viver. Agumas pessoas também só sabem colocar a culpa nos políticos, se você quer mudança colega, seja a mudança. Faça protestos, mobilize pessoas pela mesma causa em que você acredita, mas não fique se achando a patriota por ao invés de estar tentando mudar o país, reclamar das pessoas que estão sendo empáticas e solidárias com as tragédias que tem acontecido não só na França, mas ao redor do mundo E isso inclui o Brasil também. Porque muita gente também mandou mensagens de apoio e homenagens à Marina e a Minas, colocando a bandeira em suas capas, mas isso eles não veem. ¬¬ Isso me deixa encalacrada de uma forma que ugh.

      Como você disse, a intolerância vem da não aceitação das diferenças. E isso tudo, guerras, conflitos e rixas só vai parar quando o evangélico parar de repudiar a comunidade LGBT e aceitar que Deus não mandará ninguém pro inferno por amar; quando os radicais mulçumanos aceitarem que Religião e Política não tem nada a ver um com o outro e que é inadmissível que uma pessoa seja obrigada a seguir os mandamentos do Alcorão como leis do país, porque não é só porque moram lá que precisam ser muçulmanos. Fora que eu não sei se são todos os muçulmanos, mas as mulheres lá são tratadas muito injustamente, como se fossem lixo, mesmo. Eu realmente, realmente espero que isso melhore. O mais rápido possível. Porque eu vejo matérias por aí e fico com medo de chegarmos na beirada no precipício da Terceira Guerra Mundial.

      Ah, e concordo plenamente com o que você disse: futebol é só futebol, religião é só religião. Não precisamos disso para viver. E também não precisamos matar por causa disso. É esporte, é para ser divertido, não para ser um Panem et Circenses, embora seja para muitas pessoas.

      Eu adorei o teu texto. Ele me incomodou bastante, porque para ser sincera - e não tenho orgulho em dizer isso - tento não assistir muitos noticiários porque é tanta tragédia que me deixa numa angústia sufocante, com medo do futuro. ~Aquele sentimento ruim de quando você quer fazer alguma coisa mas sabe que não conseguirá sozinho. ~Mas isso não é o certo, porque esconder as coisas atrás das cortinas não vai fazer com que elas desapareçam. A gente tem é que falar mesmo, para as pessoas acordarem para o possível desastre iminente para o qual estamos caminhando. Quem sabe se conseguirmos tirar as pessoas desse transe a gente consiga fazer alguma coisa. Em contrapartida a tudo isso, continuo tendo esperança na humanidade ♥

      Pois é, tenho quase certeza que meu comentário ficou um pouco confuso e talvez um pouquinho redundante em algumas partes. Desculpe se esse for o caso, eu demorei um pouco para formular tudo e posso ter esquecido que já tinha falado sobre um dos pontos :'D
      Nossa, agora que percebi o quanto meu comentário foi gigantérrimo :'D

      Atenciosamente, Summer | mardeaquarela.blogspot.com

      Excluir
    2. Olá, Summer. Wow, que comentários maravilhosos. Antes de qualquer coisa, te agradeço (e MUITO) pela interação, nada me deixa mais feliz do que ver pessoas inteligentes desenvolvendo ideias e pensamentos - e os compartilhando por aqui... Espero que quem passar por este post dedique um pouquinho de seu tempo ao que você escreveu ♥.

      Vamos lá:

      Deu pra entender perfeitamente o contexto de suas posições, Summer. E concordo com cada uma delas. Essas pessoas que estão reclamando do fato ocorrido em Minas (e que aposto tudo que tenho que nem 1% das que tanto falam não moveram nenhuma palha, não mobilizaram nenhuma doação e não depositaram nem um centavo nas contas de caridade às cidades mineiras afetadas pelo desastre da barragem) não estão diferenciando as tragédias, pra começo de conversa.

      Ambas são situações dramáticas que não desejamos pra NINGUÉM, nem prazinimigas hahaha. É triste acompanhar o sofrimento de todas aquelas famílias, os animais soterrados, é de partir o coração...
      Mas uma coisa não tem NADA a ver com a outra. Brasileiro só é patriota em copa do mundo e em catástrofes no exterior, já percebeu isso? Hahahah. Um mimimi desnecessário que não tem lógica alguma, como se ser solidário às vítimas de terrorismo fosse "pagação de pau" aos gringos. My Gosh...
      No começo do mês a própria França emitiu um comunicado de condolências aos brasileiros prejudicados pelo desastre...

      Uma coisa é negligência do governo - e falta de consciência da própria população. Outra coisa é um massacre oriundo de intolerância religiosa. E se as pessoas pensam que o Brasil está distante de uma, basta raciocinar com cuidado sobre todos os crimes de ódio que acontecem por aqui. Estamos a um passo de termos visibilidade lá fora com o Rio 2016, como alguns já citaram. E mesmo se não houvesse risco de algo parecido por aqui, cadê a consciência dessas pessoas que se dizem tão humanistas?

      Excluir
  9. Oi, Hellz
    Parabéns pelo texto. Infelizmente existe muita intolerância religiosa o que acaba motivando várias guerras e esses ataques terroristas matando várias pessoas inocentes. Sinceramente tenho medo do futuro do mundo.
    Boa noite pra vc!
    Big Beijos
    Lulu
    http://www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Hell, eu tava precisando de uma opinião inteligente sobre o assunto depois de tanta asneira nas redes sociais :X Engraçado como os intolerantes só conquistam tudo no uso da força, já percebeu? Os ditadores evangélicos usando o medo dos fieis para que achem que sao pecadores e que so aceitando jesus estão salvos.. Terroristas que se orgulham desses ataques como se estivessem nos dando uma lição, caraca. Nao tenho estomago pros ogros de torcidas organizadas, e tudo desculpa pra brigar e agredir ah nem
    Essas pessoas que quebram igrejas nem se dao o minimo senso de solidariedade a quem acredita em santos eu acho que se você acredita na parada, vey se distancia, fica calado, precisa depredar? E raro achar um crente com a cabeça no lugar e o que da mais raiva e que mtos dele sao enrustidos ou tem amigos gays e preferem ouvir os absurdos que a igreja fala sem contestar, essa hipocrisia me mata :(
    Chorei hoje no minuto mundial de silencio, so de pensar em cada pai e mae dos mortos nessa chacina me.da um apertão no coração!
    Uma tristeza enorme

    ResponderExcluir
  11. Gente, amei o que escreveu, já pode ser uma jornalista, ou você já é? infelizmente o ser humano está acabando com o que npos resta de vida, todos nós, de um jeito ou de outro, é tão triste ver pessoas morrerem e tudo mais. Que Deus tenha misericórdia de nós.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossaaaa. Chocada com seu texto Hellzinha! Maravilhoso ponto de vista, confesso que eu tava chateada por focarem tanto na França que esqueceram os desastres em minas e na seca no nordeste, mas é como vc falou bem, nao e pq nao aconteceu aqui que quer dizer que nao devemos nos preocupar ou nos compadecer pq os franceses sao humanos e todas aquelas pessoas mortas de forma tao fria.. Quando vi a foto desse sobrevivente fiquei imaginando que situação horrivel de estar numa boate me divertindo com meus amigos e vendo um a um ser morto por terroristas =/ E como vc falou tudo por religiao, intolerancia, preconceito e ódio puro... mas sinceramente nao consigo entender como ainda conseguem recrutar e convencer esses jovens a fazer parte dessa corrente maligna, sera que o desespero pelo desemprego na frança e tao grande assim pra eles virarem inimigos do estado?
    Nao sou contra os estados unidos mas sei que eles sao perigosos, mas mesmo assim, la eles vivem em democracia, ate quem vai pra cadeira eletrica e tratado de forma muito mais digna do que quem morre decapitado (imagina a dor e a aflição). o pior é ver essas fotos e perceber que tem crianças assistindo e se acostumando com esse tipo de assassinato achando absolutamente normal ;/ realmente o oriente medio é um lugar perigoso nao so pela manipulação religiosa como a frieza que eles passam a ver a vida e as leis. Mulher é tratada como lixo, esses veus e burcas sao a prova mais evidente da misoginia, tbm queria que o mov feminista fizesse ações pra dar apoio a essas mulheres muçulmanas pq poderia ser qualquer uma de nos vivendo dessa forma cruel =/////
    E eu ñ conheço nenhum evangelico de boa, alguns podem ate falar na internet que sao diferentes mas quer saber, se fossem diferentes mesmo parariam pra pensar no absurdo do dizimo, de viverem em função de julgamento alheio, desses politicos que eles colocam no poder.
    O Cunha é o maior bandido que o congresso ja teve, o Bolsonaro é outro e pior, ainda tem quem defenda o Feliciano e o Edi Macedo, essas pessoas nao param pra pensar por conta propria, nao tem nenhum evangelico diferente, todos no fim das contas se reunem em suas igrejas pra falar de dinheiro e demonio e condenar qualquer um que nao viva acreditando no que a biblia prega. e eu tbm acho que estamos caminhando pra uma ditadura evangelica, olha a falta de respeito deles na bancada evangelica, as imagens quebradas, igrejas catolicas patrimonio da humanidade destruidas, que falta de respeito, eles nao cansam de odiar tudo que é diferente do que acrditam e isso so tende a piorar. daqui a pouco nem vamos poder sair nas ruas em paz sem esses idiotas pregando no onibus, na porta de faculdade, nos shop´pings e nas portas de casa como se so a biblia deles fosse verdade absoluta.
    tinham que acabar com esse negocio de pastor ser politico pq olha a merda que este pais ta virando. E quando chegar a olimpiada aqui pode se preparar pq o estado islamico parece ser outro mundo rpa nos, maS pode ser que aconteçam atentados como na frança =/// e o governo ve tudo isso acontecer e nao se manifesta pra nada, so querem nosso dinheiro e pronto.
    fico muito triste com tudo isso, pessoas que saem de casa pra viver suas vidas de boa e nao voltam deixando a familia desesperada pq morreram graças a esses terroristas cruéis .. E
    Enfim é uma bela reflexao, vamos sim conscientizar pra ngm mais passar por isso e cm vc falou, nao colocar nossa fe acima do bem de todos!!

    Bjos ♥

    ResponderExcluir
  13. Ótimo ponto de vista, ótimo texto. E, realmente, eu fico indignada como as pessoas não respeitam a religião dos outros e aonde vamos parar com o mundo desse jeito? Tenho medo. :(

    www.bocaabocablog.com

    ResponderExcluir
  14. Concordo com você. As religiões, ao invés de agregarem as pessoas, estão distanciando-as umas das outras. Para o fanatismo e a religiosidade é só um milímetro. Triste essas pessoas utilizarem da religião para propagarem o mal.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Cara, moro nos Estados Unidos há dois anos e meio, e uma das razões que me fez sair do Brasil foi a falta de estrutura pra tudo. Tenho família em MG, inclusive conhecidos de conhecidos que foram atingidos pelo desastre e DAQUI consegui doações pra mandar pra minha mãe ajudar o pessoal daí. Quem fala mal dos USA não faz a mínima idéia de como aqui as pessoas são mais humanas. Cansei de escutar 'Samara, vc vai penar na mão deles', 'Vai limpar chão', 'Americano é tudo frio', cara, é outra realidade. E fico extremamente irritada com quem nem conhece a história americana e cai nessa história de conspiração absurda. Até hoje as pessoas sofrem pelo 11//09, gente. Quantos inocentes morreram pelo mesmo tipo de religioso que fez isso na França. Eu daqui fiz mais minha parte do que muitos que ficam atrás da tela reclamando da compaixão por quem mora perto mas que nao faz nada pra mudar a realidade. Nao posso falar por todo mundo só que eu conheço bem a vida aí e a vida aqui. No fim de semana so se falava disso, tem esquina aqui em SD que as pessoas fizeram corrente de oração pelos franceses, duvido que no Brasil as pessoas estejam fazendo isso POR MINAS.
    Bora botar a mao na consciencia galera!
    E excelente texto :)

    ResponderExcluir
  16. Ñ me canso de elogiar as pautas do Faroeste, mesmo qnd tô sem folego pra discutir certos assuntos tristes sei que posso dar uma passadinha aqui e ver textos como os seus Hell ♥ Ñ tiro uma palavra do seu pensamento, faço de suas palavras as minhas <333

    Bjo gata :*

    ResponderExcluir
  17. Sem palavras para comentar o seu texto, concordo com tudo o que você escreveu. Não consigo entender como alguém não consegue se comover com tragédias como essa. Infelizmente as pessoas estão distorcendo muito o que suas religiões realmente pregam e situações como essas estão ficando cada vez mais "comuns". Muito triste!
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  18. esse é um assunto muito muito delicado. e o que anda acontecendo me deixa cada dia mais assustada. tolerancia zero nos mais diversos assuntos, seja de cunho ideologico, religioso, humanitário. :~

    Ja Fomos Legais

    ResponderExcluir
  19. Karaca nega, to chocado com esse texto.
    Ver a extensão dos seu pensamentos e opinião sobre esse assunto, que de tão triste e delicado, muitas pessoas preferem nem falar sobre. Parabéns.. Eu não gosto de saber sobre esse tipo de coisa, mas depois desse texto, vi que não tem como simplesmente ignorar o que esta acontecendo e pensar que um dia isso vai passar..o caos estah em todo lugar, só que em proporções diferentes.
    Sensacionaaal esse post. NÃO pare.. muito obg por isso..s2

    ResponderExcluir
  20. Oi!

    Adorei o texto. Representa bem o que eu penso.

    Outro dia estava numa roda de amigos conversando sobre religião e acabamos chegando à conclusão de que as pessoas estão levando tudo tão sério. Coisas que eram pra pregar o amor, acaba virando motivo de briga, guerra, mortes...

    ResponderExcluir
  21. Oiee, vim visitar, e gostei muito do cantinho de vocês.
    Confesso que estou com o coração apertado e lagrimas nos olhos, isso se deu ao ler teu texto e vê essa imagens tão chocante, o que me deixa mais triste por serem reais...!

    Beliscões da Máh <3
    Blog | Twitter ||Instagram

    ResponderExcluir
  22. Oiee, vim visitar, e gostei muito do cantinho de vocês.
    Confesso que estou com o coração apertado e lagrimas nos olhos, isso se deu ao ler teu texto e vê essa imagens tão chocante, o que me deixa mais triste por serem reais...!

    Beliscões da Máh <3
    Blog | Twitter ||Instagram

    ResponderExcluir
  23. This is so sad but reality of what is been going on.

    ResponderExcluir
  24. Adorei o texto e concordo com tudo, mas sabe o que me irrita?Quem trata os países ocidentais como ~coitadinhos~, desculpa gente, mas não é.Desde As Grandes Navegações, passando por Primeira e Segunda Revoluções Industriais, o pós-guerra e posteriormente a luta dos países asiáticos/africanos por independência que a Europa (principalmente) vem causando caos e mazelas em diversas sociedades.

    Óbvio que eu sou absurdamente contra o radicalismo, eu só não consigo engolir que esses países se coloquem em posição de ''indefesos'' porque historicamente sabemos que não é assim.Entendo perfeitamente a comoção geral, mas anualmente no Brasil acontecem genocídios contra populações indígenas, Israel e EUA pintam e bordam lá na Palestina e todos parecem ignorar...Mas aí quando é com Paris a coisa muda, muda porque Paris é o arquétipo de cidade ocidental, o símbolo da glória e requinte, símbolo de cidade mais bonita, enfim..Precisamos nos comover com outros massacres também.

    www.poesiaemtranse.com

    ResponderExcluir
  25. Que bela reflexão... Mesmo que esses países de primeiro mundo tenham culpa no cartório por erros do passado, jamais vou concordar com esse tipo de massacre que os terroristas andam promovendo!!! As pessoas não podem pagar por erros de governantes, e pagar com a VIDA =(

    ResponderExcluir
  26. Me revolta o comportamento dos jidahistas e os "pretextos" que ele arranjam para sair explodindo tudo e levando muitos inocentes com eles. É um misto de revolta com indignação!
    As imagens do post me deixaram chocadas, principalmente dos homens decapitados. :( Me deu uma tristeza muito grande...
    E eu não queria viver em pleno século XXI e ver que ainda existem mulheres sendo destratadas, diminuídas e humilhadas como as muçulmanas... O machismo que vemos por aqui é fichinha perto do que acontece lá.
    Fazia tempo que eu não lia um texto tão sensato a respeito de religião aliada ao poder, discriminação e fanatismo.
    Parabéns pelo seu post! Fez eu refletir bastante a respeito do assunto.

    ;* Beijo!
    www.rabisqueimeuhorizonte.com.br

    ResponderExcluir
  27. Ah, mais uma coisa: este post vai entrar nos meus links das semana, com toda certeza!
    Gosto sempre de selecionar links dos mais variados assuntos, este é o meu favorito relacionado aos atentados terroristas que ocorrera em Paris.

    www.rabisqueimeuhorizonte.com.br

    ResponderExcluir
  28. Ótimo texto e bem bacana seu ponto de vista. Infelizmente o ser humano hoje em dia me revolta e me faz sentir mal com tantas brutalidades.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Sem palavras linda obrigada pela visita borboletando-emtudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Ei Hell, estava com muitas saudades daqui! Muito pertinente o tema escolhido e, ainda melhor, a forma sóbria como discorreu acerca desse assunto tão delicado. Concordo com TODOS os seus argumentos. Nenhuma forma de radicalismo é saudável, esses tipos de acontecimentos só mostram como Einstein estava certo ao afirmar que há duas coisas infinitas: o universo e a estupidez humana.

    Parabéns pela brilhante análise crítica e imparcial.

    Beijooooos querida!!

    ResponderExcluir
  31. Nossa, tema difícil, pois sou bem suspeita a falar, já que sou uma pessoa que possui um tremendo ódio de religiões, sejam as quais for. Eu definitivamente não gosto de religiões, me enojam, não importa quais sejam. O máximo que sigo por conta própria é a bruxaria (que não trata-se de uma religião) e o satanismo (que é mais uma ideologia do que uma religião) e ainda não acredito e nem concordo com tudo que estas crenças pensam. Absorvo apenas aquilo que é essencial. Enfim, me considero em 90% das vezes como agnóstica.

    Eu sinceramente estou bem por fora do que está acontecendo em Paris agora, não por desleixo, mas porque estes assuntos infelizmente são bem tristes e eu nem sei como lidar com eles, porque a gente nem sabe mesmo ao certo o porque de tanta intolerância. A única coisa que posso afirmar é que estes atentados não estão ocorrendo apenas por difamação religiosa. Há muita crise política envolvida. Sabemos que a França é um país em que a intolerância em relação a estrangeiros é bem grande, o preconceito lá é bem forte. Da mesma forma que acho errado o atentado contra pessoas em Paris, acho errado também o fato de uma revista francesa apoiar a difamação de um povo seja qual for. Apesar de sabermos que são povos extremistas, isso não é motivo para torná-los motivo de piada. Nem todo islamico é terrorista assim como nem todo evangélico é extremista. Perceba, que estou levando em conta a pessoa em si não a religião dela. A religião pode-se criticar, falar o que bem entender, mas as pessoas não...

    Sabemos que a França não é a mocinha da história e está querendo vitimizar o seu ladinho obscuro fingindo que nada acontece e ainda deixa morrer pessoas por causa da ganância de querer ser sempre melhor. É como eu falei, é a guerra que sempre vai envolver dinheiro/religião. Me enoja a raça humana.

    Eu não sei se cheguei bem aonde queria, mas espero que entenda a minha dispersão (em relação ao seu texto) KKKKK

    Eu acho que eu não sou humana, eu caí aqui sem querer e tô vendo tudo de camarote... kk

    Beijos!
    E um feliz 2016 cheio de luz! <3

    madessy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  32. Hello I'am Chris !
    I suggest you to publicize your blog by registering on the "directory international blogspot"
    The "directory" is 30 million visits, 199 Country in the World! and more than 22,000 blogs. Come join us, registration is free, we only ask that you follow our blog
    You Have A Wonderful Blog Which I Consider To Be Registered In International Blog Dictionary. You Will Represent Your Country
    Please Visit The Following Link And Comment Your Blog Name
    Blog Url
    Location Of Your Country Operating In Comment Session Which Will Be Added In Your Country List
    On the right side, in the "green list", you will find all the countries and if you click them, you will find the names of blogs from that Country.
    Imperative to follow our blog to validate your registration.Thank you for your understanding
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
    Happy Blogging
    i followed your blog, please follow back
    Best Regards
    Chris
    All registrations will receive a corresponding degree at blog
    ++++++++++++++

    Olá I'am Chris!
    Eu sugiro que você para divulgar seu blog, registrando em "blogspot internacional diretório"
    O "diretório" é de 30 milhões de visitas, 199 países do mundo! e mais de 22.000 blogs. Venha se juntar a nós, a inscrição é gratuita, só pedimos que você siga nosso blog
    Você tem um blog maravilhoso que considero ser registrado no Dicionário Internacional Blog. Você irá representar seu país
    Por favor, visite o link a seguir e Comente Seu Blog Nome
    Url Blog
    Localização do seu país de funcionamento No Comentário Sessão que será adicionada na sua lista País
    No lado direito, na "lista verde", você vai encontrar todos os países e se você clicar neles, você vai encontrar os nomes de blogs desse país.
    Imprescindível seguir o nosso blog para validar a sua registration.Thank pela sua compreensão
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
    Blogging feliz
    i seguiu seu blog, siga de volta
    Cumprimentos
    Chris
    Todas as inscrições receberá um blog diploma correspondente

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)