7 dramas que só os coloridos passam

segunda-feira, julho 06, 2015 Hell F. 8 Comentários

 
Google Imagens
Como todos sabem, sou adepta dos fios coloridos há muito tempo - intercalando com castanho e preto quando me dá a louca. E mano, se há algo que aprendi nos últimos 14 anos de descoloração/tingimento, é que por mais que às vezes vire tendência por conta de uma cantora/atriz/modelo famosa, ainda existe preconceito. E tem uma diferença gritante entre uma patty usar as pontinhas rosas com roupinha de it girl e uma pessoa durock aparecer com um azul desbotado e raízes escuras. A sociedade também nota essa diferença e o tratamento É OUTRO auehauehaueah!
 
Uma simples ida ao banco pode se tornar uma experiência traumatizante se você não tiver jogo de cintura e disposição para lidar com isso pelo resto da vida.
 
A intenção deste post não é desencorajar ninguém a pintar da cor que deseja, apenas dar a real sobre algumas situações que inevitavelmente passamos. Eu sou cara de pau, mas existem várias pessoas tímidas que odeiam constrangimentos, então ao invés de falar das maravilhas de desfilar com esvoaçantes madeixas coloridas, vamos falar também dos momentos vish muita treta vish, pois como tudo na vida, nisso também não é só alegria. 

Google Imagens
Drama #1
Você vai ter mais gastos do que as outras pessoas

Isso é fato, então se você estiver no perrengue financeiro ou for tacanha(o), desista. Quem entra no mundo arco-íris tem de recorrer a constantes descolorações (com bons produtos), hidratações e retoques com tintas que saem bem mais rápido nas lavagens do que as cores convencionais. Isso significa que além da trabalheira, você terá o dobro de gastos.

Eu tenho muito cabelo e preciso de quatro tubos para cada manutenção, e mesmo usando duas colorações baratas (da Keraton e ColorExpress), nunca gasto menos de R$80/mês APENAS com tintas.
 
*Lembrando que o retoque de raíz exige descolorante e OX da mesma marca, beijos.

Google Imagens
Drama #2
As pessoas nunca vão se acostumar

Quem é reservado e não suporta ser a atração do metrô sem achar que está cagado, ostentar mechas fluorescentes pode não ser uma boa ideia. Por mais que sua família e amigos nem liguem para suas aventuras capilares, acredite: as outras pessoas NUNCA se acostumam.

Vão te parar na rua pra perguntar se é papel crepom. Tiazinhas inconvenientes  irão comentar "É peruca!" enquanto você passa. Crianças vão apontar pra sua cara e falar "OLHAAAA MÃÃE, O CABELO DELA É DE TAL COR".

E seja na escola, na vizinhança, na facu, no prédio ou no bairro, você eternamente será conhecido como "fulana(o) doidinha (o) do cabelo de tal cor".

Google Imagens
Drama #3
Apelidos farão parte do seu dia a dia
 
E só coisa criativa:
Rosa = Pink / Algodão doce;
Azul = Katy Perry;
Verde = Alface / Samambaia / Gaga;
Roxo = Violeta;
Laranja = Paramore/ Bozo / Foguinho
E por aí vai... 

Google Imagens
Drama #4
Bad hair day será rotina

Manchas indesejáveis, amarelo ovo pós-lavagens, ressecamento. E quando desbota, efeito "cabelo de boneca velha". Sabe aqueles dias em que a treva desce? Quando os nós insistem em embaraçar e o efeito frizz reina como abelhas em volta da colmeia?  Então, isso é uma constante no período de transição para o mundo colorido - principalmente no começo, quando o estágio da descoloração para o tom desejado consiste em deixar o cabélon respirar um tempo até o próximo passo.

Mesmo que você tenha todos os cuidados, em algum momento você vai se deparar com três cores diferentes - a raiz crescendo na cor natural, as pontas com a tinta mais forte e o meio do cabelo desbotando. Não é o fim do mundo, mas é preciso ter ciência de que seu cabelo só será 100% impecável se só sair de casa com ele pronto.
 
Google Imagens
Drama #5
Nem toda entrevista de emprego será bem sucedida
 
Inacreditável que em pleno século XXI ainda exista discriminação, né? SQS. Infelizmente a sociedade ainda relaciona cabelos coloridos com rebeldia ou síndrome de Peter Pan, então a não ser que você procure vagas em lojas alternativas ou empresas moderninhas, suas entrevistas de emprego serão apenas... tentativas.
 
Coloridos geralmente não conseguem vagas em escritórios e grandes empresas tradicionais (a menos que tenham entrado na velha peixada). Felizmente não passei por isso porque nas poucas vezes em que fiquei sem trampar, estava com cabelo preto e acabei por fazer as entrevistas assim (lembrando que desempregado só rola de tingir na anilina hahaha). E nos meus últimos trampos só voltei pro arco-íris depois de contratada.
 
Então a ingressão no mercado de trabalho pode ser garantida através de 1) concurso público (e dependendo da área, pois na carreira militar não é aceito) 2) ou se conformando com o sistema e tingindo de castanho só para concorrer aos processos seletivos.  


Google Imagens
Drama #6
Todos darão palpite nas suas escolhas 

Mesmo que você prove pro mundo que tá pouco se fodendo pra opinião alheia, todos se sentirão NO DIREITO de manifestar o que acham da sua cabeleira.
 
- Próxima cor eu escolho...
- Preferia rosa.
- Ainda bem que você mudou de cor, aquela te deixava muito pálida(o).
- Não pinta mais assim, tá feio.
- Seu cabelo era tão bonito antes...
- Estraga muito? Cai? Sai na água?
 
Google Imagens
Drama #7
A adaptação a uma tinta/cor é um processo demorado
 
Achar a cor da sua vida pode se tornar uma novela dependendo dos produtos utilizados. Fora que às vezes você AMA determinado tom, mas a única marca que a deixa perfeita é aquela que mancha o travesseiro ou se desmancha toda na banho (impossibilitando uma chuca a dois).
Às vezes realmente seu tom de pele pode não combinar com aquela tonalidade que você sempre sonhou usar, e aí como lidar com aquele pote de Directions que você importou por cem conto na internêi, né?
Tudo isso faz parte do processo, assim como cores que você nunca esperou combinar contigo podem te surpreender e te fazer arrasar.
 
No fim das contas É CLARO que vale a pena ser colorida, mas não é a coisa mais rápida e fácil do mundo. Se você é estourado e não admite olhares debochados na rua, repense antes de tingir. Não pelos outros, mas por sua causa mesmo. Não vale a pena se estressar, pois visual foi feito para nos sentirmos bem, não para nos autoafirmarmos o tempo todo. Tem que ser confortável e prazeroso, não um fardo a se carregar. É preciso ter uma graninha extra, paciência de sobra com cuidados e tempo para manutenções constantes.
 
E para todos vocês que acham que é fácil segurar as pontas um mês com cabelo no tom de merda de pardal só pra esperar o pagamento e comprar uma tinta decente, um grande VTNC <3 Haahahahaahah!
 
Alguém aí tem outros dramas coloridos para compartilhar? ;*

Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

8 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ai Hell, sempre imaginei que nao fosse facil, ate hoje minha mente dá nó tentando entender como vc colocou aquelas 4 cores no seu cabelo no seu ultimo tutorial. Os olhares nas ruas nao tem jeito, ne? As pessoas se assustam com mto pouco e se metem demais na vida dos outros kkk

    Bjs lindona ^^

    http://sobremeninasevodcas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAUEHAEUHEAU deu um trampo da porra, Veronika!
      Eu me acostumei e nem ligo, mas quem é reservado (e não sabe disfarçar olhares inconvenientes) pode se incomodar muito com esse povo careta ¬¬.

      Muahh =*

      Excluir
  2. "Vão te parar na rua pra perguntar se é papel crepom. Tiazinhas inconvenientes irão comentar "É peruca!" enquanto você passa. Crianças vão apontar pra sua cara e falar "OLHAAAA MÃÃE, O CABELO DELA É DE TAL COR"."

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    realmente é assim hell, minha bff usou azul por um tempo e toda vez que nos fomos no mercado acontecia ao menos uma dessas situações :')

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHEUAHEUAHEUAHEHUAE

      INFELIZMENTCHY FAZ PARTCHYY

      Excluir
  3. Concordo totalmente com todas as questões levantadas Hellzinha!
    Por isso sempre digo em meus posts (dizia né) sobre cabelos coloridos que a pessoa não deve se deixar ir pela moda
    E que deve optar pelo colorido se realmente fizer parte da personalidade dela.
    Se a pessoa simplesmente odeia ser incomodado, ou notado sequer, porque diabos vai lascar algo fluorescente no cabelo?
    É impossível desviar a atenção. Por isso, sempre digo, você pode não gostar, mas vai ser obrigado a aprender a lidar com isso. Afinal, eu - um bom exemplo de antissocial tímida ao extremo - aprendi (e foi um aprendizado legal pra vida toda).
    Bad hairs days sempre, apelidos, inevitável, enfim, vem junto no pacote, ainda mais no nosso querido país!
    Adorei mesmo! <3
    E tu está linda! Como sempreeeeeeee!
    Beijos
    4sphyxi4
    Tá rolando sorteio, vem participar! ♥

    ResponderExcluir
  4. Você disse tudooooo! aushuahs O vermelho é mais aceitável, mas as vezes rola uns olhares estranhos. Quando eu tinha o cabelo roxo e as pessoas ficavam olhando eu sempre me perguntava "Sera que estou cagada?", e perguntava isso para quem estava comigo e eles sempre respondiam "Não, mas será que eles estão te olhando porque você tem o cabelo roxo?", então eu me tocava. haha Cabelo colorido pra mim é mega normal, as vezes até esqueço que eu tenho.
    Ultimamente estou extremamente cansada de cuidar do meu cabelo, não aguento mais, então resolvi que irei voltar para o preto, mas claro que não irei pintar, e sim deixar ele crescer, ou seja, metros de raiz. Eu não ligo, mas sempre tem aqueles chatos que chegam "E essa raiz preta ai, vai pintar não?" pagar ninguém quer, né?
    Ah, e as velhinhas sempre são as que mais gostam do meu cabelo. ♥ Quando eu estava com ele azul e estava na fila de uma loja uma velhinha olhou pra mim e disse "Que lindo seu cabelo! Quando eu tinha sua idade eu fazia isso, tenho saudades, continue com esse cabelo.", achei tão fofa. ♥ haha

    Prazer, Jéssica

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)