Review | Sense8

quarta-feira, junho 10, 2015 Thaís Bastos 3 Comentários

Google
  Olá, manolos!

  Vamos esquecer esses assuntos "polêmicos" de ultimamente e vamos de série nova? Eu particularmente adoro quando aparece um novo show que já chega chegando, só espero que não se perca com a empolgação do momento.
   Sense8, a nova queridinha do Netflix, chegou com tudo no nosso mundo de séries, criada pelos irmãos Wachowski (também criadores de Matrix).


Irmãos Wachowski
  Esses dois gostam de colocar nossas mentes em curto, nem pense em pular um episódio, pois se fizer isso se perderá na trama. Assisti toda a temporada em dois dias (mas queria ter terminado em um), apesar de não ser fã de séries estilo Lost e ficção científica (só de heróis), achei o enredo sensacional, tudo muito bem elaborado, bem montado, conseguiu me prender do começo ao fim e me fez rir, chorar e ter um curto mental kkkkkk... Mexeu muito comigo.
  Mas já aviso, se você não gosta/entende o vai e vem de filmes que viajam no tempo (uma cena do passado e uma cena do presente), que se deslocam diversas vezes pelo tempo e espaço, vai odiar Sense8.
  Como eu não saberia de forma alguma descrever a série pra vocês em seu todo, vou apenas apresentar os personagens.

Breve sinopse:

  Sense8 gira em torno de 8 pessoas sensitivas e espalhadas em diversos lugares do mundo. Elas se conectam através de telepatia, assim conseguem interagir uma com as outras, e esse poder foi recém descoberto por eles, que passam a primeira season aprendendo a lidar com essas conexões. Porém, ao fim da temporada eles começam a entender que estão sendo caçados e precisam proteger uns aos outros (acredito que isso será o foco da segunda temporada) de uma corporação (não muito detalhada até o momento o sentido disso) que mata os sensitivos.

Vamos ao elenco:

Aml Ameen:
Aml Ameen
  Ator vive Capheus "Van Damme", um queniano apaixonado pelo Jean-Claude Van Damme, que trabalha como motorista de van. Seu drama é em torno da sua dificuldade em ganhar dinheiro para os remédios da mãe que possui AIDS, fazendo com ele se meta em várias roubadas. 



Doona Bae:

Doona Bae
  Seu personagem se chama Sun Bak, uma coreana disposta a manter a imagem da sua família. Ela assume a culpa do irmão em um esquema de corrupção, mas apesar dessa boa imagem, ela é uma lutadora de primeira, sendo a principal ajudante dos outros sensitivos quando estão em apuros.

Tina Desai:


Tina Desai
  Kala Dandekar, indiana, fiel a religião hindu, com o casamento arranjado com um sujeito que pra variar, ela não ama, assim que desperta sua telepatia, ela vive uma paixão pelo Wolfgang (personagem a seguir).

Max Riemelt:

Max Riemelt
 Wolfgang Bogdanow, vive em Berlim, arrombador de cofres, tem uma vida intensa e cheia de problemas familiares, durão e que não teme ninguém.

Jamie Clayton:


  Ta aí um personagem que me deu um nó no raciocínio, Nomi Marks, uma mulher trans (exatamente, nasceu homem) e que namora a Amanita (uma mulher), olha o nó, uma trans lésbica kkkk... mas logo isso passa e você percebe que é super normal.



 Responsável por cenas quentes, ela também é hacktivist, mora em San Francisco, será uma peça chave na trama.

Miguel Angel Silvestre:


  Agora sim, se você era tão fã quanto eu e assistia Rebelde, esse cara acabará com a imagem do mais amado e desejado do grupo RBD.

Tumblr
  Lito Rodrigues, um famoso ator mexicano (e enrustido), que morre de medo de descobrirem seu relacionamento com Hernando (Alfonso Herrera), que aliás, está me saindo muito melhor como gay do que como rebelde kkkkk.

Hernando e Lito
Os dois irão proporcionar muita cena picante, as gays piram!

Tuppence Middleton:



 Riley Blue, islandesa, porém, vive em Londres, trabalha como DJ e possui um passado bem conturbado, é a que mais se conecta com os outros "irmãos sentivos" e acaba se apaixonando por um deles, o policial Will Gorski.

Brian J. Smith:


  Brian, vive o policial Will Gorski, ele é o principal do grupo, toda a trama gira mais em torno dele, ele também se apaixona por Riley Blue (acima), apesar de um sempre ajudar o outro, ele é o que mais sente seus outros 7 "irmãos", ele acaba sendo suspenso da policia, mas isso só ajuda a ele ficar livre para proteger os outros.

 Bom, já temos um queniano, uma coreana, uma americana de San Francisco, uma indiana, um alemão, uma islandesa, um mexicano e um americano de Chicago, esses são os 8 sensitivos, essa primeira temporada foi mais de apresentação de cada um e o começo da história, e eu já estou sonhando com a segunda temporada, espero que a Netflix não demore tanto.

Já assistiram? O que acharam? Se não, vale a pena, pelo menos para ter uma posição, porque essa série já está ficando famosa.

Trailer Sense8
Thaís Bastos

AUTOR

Thaís. Para os íntimos, Sapathaís. Como boa libriana, adora filmes de romance, possui estilo despojado e busca o equilíbrio espiritual. Musicalmente eclética e conselheira nas horas vagas. Candomblecista com orgulho. Prefere enxergar a vida de um ponto de vista mais simples e desapegado. Não levanta bandeiras que não pode sustentar. Apesar dos pesares, continua acreditando que o amor é a única solução para tudo.

3 comentários:

  1. Fiquei arrepiada com o trailler. Ainda nao tenho netflix, mas pretendo assinar pra ver essa e outras series que me interessam no netflix *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não tenho Netflix ainda, tem como assistir pelo http://megafilmeshd.net/series/sense8.html

      Excluir
  2. Tá todo mundo falando dessa série nos meus feeds do twitter e do facebook. Ou seja, estou louca da vida no meio de um monte de coisa da faculdade, e querendo me afundar nas séries (Orange is the new black no dia 12 e eu nem sei o que vou fazer da minha vida de lá pra frente kkkkkkkkk)
    Adoro tudo dos irmãos Wachowski, adoro clima de ficção científica e já estou louca por Sense8, mesmo não tendo assistido ainda. Como faz? D:
    E genteeeeeeee eu quase não reconheci aquele cara que fazia Rebelde! :O Tá super diferente HAHAHAHA

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)