Homofobia | Estudante é morto a pedradas no Espírito Santo

terça-feira, junho 16, 2015 Hell F. 14 Comentários

Pra quem acha besteira exigir mais segurança LGBT e conscientização contra homofobia, eis mais uma triste notícia que talvez sirva para mudar opiniões.
Fonte: G1

Fonte: R7
O jovem Rafael Melo, de 14 anos, foi morto de forma cruel em Cariacica (Grande Vitória) no último sábado (13). O adolescente costumava confeccionar roupas de boneca e sonhava em se tornar estilista, mas seus planos foram interrompidos graças ao preconceito.
Sua mãe, Wanderléia Barbosa, afirmou à polícia que o filho era alvo de piadas e excluído na escola por conta de seus gostos diferentes dos outros colegas da mesma idade. O corpo do garoto foi encontrado em um matagal próximo à casa da família. Rafael foi visto pela última vez às 5h30 saindo para tomar café da manhã na casa da avó, segundo a família, como costumava fazer todos os dias.
O jovem cursava o 7º ano do ensino fundamental e foi descrito por família e vizinhança como um jovem tímido e tranquilo. Não tinha passagem criminal nem problemas com drogas (antes que algum homofóbico tente contestar).
A perícia recolheu um bloco de concreto e pedaços de madeira contendo sangue. Segundo a polícia civil, as costas da vítima sofreram fraturas devido às pauladas e seu crânio foi esmagado pelo pedaço de concreto.

O suspeito do crime foi preso e é ninguém menos do que o irmão do padrasto de Rafael, segundo a Folha Vitória. De acordo com o delegado responsável pelo caso, testemunhas afirmaram que o homem já havia sido flagrado discriminando o garoto de forma homofóbica.
Espero de coração que todas as pessoas que tanto criticaram o protesto na parada gay de Sampa entendam o que essas famílias passam. Quem tem filho, primo ou irmão mais novo, reflita ao menos por um minuto pensando no sofrimento dessa mãe. Um adolescente com a vida inteira pela frente foi morto dessa forma sádica só por ser "afeminado".
Até quando?
Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

14 comentários:

  1. adoro esses teus posts polemicos e ainda adoro mais quando voce escreve tudo o que eu penso
    beijos
    Um Mundo Em Duas 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mari! Fico feliz sabendo que você também é contra essas atrocidades ;)

      Excluir
  2. Que horror Hell =/
    Aonde vamos parar com essa intolerância toda?
    E ainda dizem que politica para nós é bolsa gay ¬¬ Só Jesus na causa mesmo =(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mel, o pior é que eles agora dizem que é "ditadura gay"... meucu!
      Se essa realidade intolerante não é uma forma de opressão, não sei o que é... foda!

      Excluir
  3. Não podemos nunca nos calar, se não a homofobia vence, o machismo vence, o racismo vence.
    É absurdo cada notícia dessas que temos que ver por conta de ideologia, falta de informação, burrice!
    Lutar é sempre necessário e não podemos nunca parar, se não a maioria vem e nos engole, como aconteceu em auschwitz.

    www.raposalaranja.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, Fê! Não podemos abaixar a cabeça e permitir esses abusos. Se não lutarmos, espernearmos e exigirmos mudanças, seremos trucidados ¬¬.

      Excluir
  4. As pessoas acham que fatalidades assim só passa na TV e que a relidade da TV e muito longe de casa, apenas quando acontece do lado é que acreditam.
    Triste a realidade do nosso país .

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sumemo, Simone. Infelizmente acontece o tempo inteiro e as pessoas acreditam que nunca acontecerá com o filho, neto, primo, vizinho, etc. ;/

      Excluir
  5. Não vi passando em lugar nenhum, infelizmente escondem essas coisas de nós que é pra sociedade esquecer logo e nao ter que se preocupar =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que dão menos destaque a esses casos, Ana. E o fato da vítima ser de origem humilde também colabora pra ninguém dar importância. Não sei mais como será nosso futuro se as coisas continuarem assim...

      Excluir
  6. Os crimes motivados por ódio ainda matam muito em diversas partes do mundo. Lamentável e indignante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, Jehssy :/
      Em pleno século XXI e ainda existe tanta intolerância, melldells ¬¬

      Excluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)