Séries assistidas recentemente ~ Merlin, Hart of Dixie, Bates Motel e mais...

quarta-feira, abril 08, 2015 Hell F. 12 Comentários

Maníacos por séries, é hora dos nossos rascunhos e achismos *_*
 
Ultimamente tenho tido pouco tempo para acompanhar tudo que quero (Revenge, The New Normal, Resurrection, Under the dome, AHS  e por aí vai...), mas foi bacana conhecer melhor alguns títulos para apresentar por aqui - e claro, dar opinião sobre outras que já sou fã. Espero que gostem ;*
 

Fonte: Google Imagens


The Returned - 1ª temporada
Fonte: Google Imagens

*Já anunciei neste post*
 
Comecemos com The Returned, que está me surpreendendo positivamente. Apesar da semelhança no roteiro com Resurrection (já falei sobre bem aqui), tirando o ponto central - dos mortos reaparecerem novinhos em folha -, nada mais é "copiado".
 
A história é a seguinte: diversas pessoas que já faleceram DO NADA ressurgem em sua cidade natal. Para piorar, um conhecido serial killer volta a atacar mulheres na região, e óbvio que diversos personagens misteriosos possuem ligação com o enigma que ronda o local.
 
Minhas considerações: Amei o ritmo desprendido do programa! Sem enrolação e nhém nhém nhém, diversos pontos são abertos e fechados no mesmo capítulo. Há pontes de um ep para outro, mas sem deixar o espectador perdido, apenas curioso. Os romances e dilemas familiares estão sendo bem dosados, outro ponto favorável (nada daquele pesadelo de diálogos intermináveis tipo Breaking Bad, sabe?). Existem vários personagens que podem ser a chave do evento inexplicável, por isso creio que toda a primeira temporada será apenas para nos matar de curiosidade e prender nossa atenção para a próxima.
PS: Tô LOUCA pra saber quem raios é o garotinho "Victor" de verdade, haha!
Classificação: 3/5
 


Fonte: Google Imagens


Merlin - 1ª temporada


Fonte: Google Imagens

Já era para ter assistido antes, mas como me decepcionei com Camelot - pelo excesso de apelação sexual (a la Game of Thrones)-, não aguentei nem a primeira season e deixei de lado. Recentemente, vasculhando o universo Netflix eu me deparei com esse seriado que reconta a lenda do mago mais famoso ever e resolvi acompanhar.
 
O enredo relata a saga de Merlin antes mesmo de se tornar um poderoso mestre da magia, além do início de seu vínculo com o futuro Rei Arthur e a intolerância de Camelot com druidas e bruxas. 

Minhas considerações: ALERTA básico: quem é tradicionalista deve passar longe do programa. Os roteiristas simplesmente botaram a lenda de cabeça para baixo.
Exemplos: Morgana não foi descrita como enteada do Uther, Guinevere foi feita de mucama, criaram um Merlin com a mesma idade de Arthur - e como seu servo ainda HAHAHAH.
Estranhei no piloto, mas sinceramente não creio que essas alterações tenham sido maléficas à qualidade do show. Se trata de uma aventura quase infanto-juvenil, com dragões, seres mágicos e tudo que se tem direito, então por que não apreciar a fábula sob outra ótica? As atuações são convincentes, os episódios (apesar de previsíveis) são divertidos e valem a pena para uma noitada de cobertor + pipoca <3
 
Classificação: 3/5
 
 
Fonte: Google Imagens


Bloodline - 1ª temporada


Fonte: Google Imagens

Também já comentei sobre o enredo neste post. Outra superprodução de 2015 do Netflix, o drama apresenta os segredos de uma família que construiu um verdadeiro império no ramo da hotelaria na paradisíaca Florida Keys (EUA). Em alguns momentos, sua cenografia remete à The OC.    
 
Tudo parecia estar bem para o clã Rayburn, quando o primogênito Danny retorna à cidade disposto a participar do negócio familiar. Danny é o garoto-problema que envelheceu e parece não ter tomado rumo na vida, mas no decorrer do show percebemos os motivos que causaram essa personalidade conflituosa. Repleta de flashbacks, a trama nos exibe fatos importantíssimos que amarram nosso interesse e nos fazem duvidar do caráter de alguns personagens (aparentemente idôneos).




Minhas considerações: Confesso não ser tão fã de dramas familiares (Família Soprano, por exemplo, só me serviu como sonífero). Mas Bloodline consegue chamar atenção após o sétimo capítulo, pois alguns mistérios são solucionados e sua reta final é de tirar o fôlego. Algo que achei impressionante é a incapacidade de se apegar a qualquer personagem HAHAHAHA. Não recomendo para quem não tem paciência e prefere um ritmo a la Revenge, mas como "perdi" tempo de vida acompanhando os primeiros episódios, resolvi encarar até o fim e não me arrependi nem um pouco. Toda a temporada já está disponível no site de streaming, e para mim faltam apenas dois eps para fechar. #ansiosa
 
Classificação: 3/5

Fonte: Google Imagens

Bates Motel - 2ª temporada
 
Fonte: Google Imagens

A versão televisiva do clássico Psicose retrata a história de Norma e Norman Bates, vulgo mãe perturbada bacarai e filhinho reprimido.  A relação dos dois é tão doentia que em vários momentos sinto uma aflição horrorosa, mas talvez esse seja o ponto mais viciante da trama.

O suspense se baseia na chegada de mãe e filho em uma pequena cidade após a morte de um familiar. Norma resolve administrar um hotel e recomeçar a vida ao lado do filho. O jovem passa a conhecer a galera da escola enquanto sua mãe cuida do novo negócio, e logo no piloto eventos bizarros começam a acontecer graças ao desequilíbrio da dupla, uma premissa do que virá pela frente. Fora que, detalhe báááásico, a maior fonte de renda da cidade vem de plantações de maconha cultivadas por duas famílias AHHAHA!
É difícil falar do seriado sem dar spoiler, pois muitos personagens que surgem são peças elementares no decorrer da história. 

Minhas considerações: Serei sincera, a primeira temporada começou morna e foi da água pro vinho em sua metade. A segunda está incrível, e eu realmente preciso elogiar a atuação dos protagonistas: PQP! Eles são tão convincentes que é impossível não sentir ódio mortal de sua loucura. Quem curte um terror com pitada de sadismo e complexo de Édipo certamente vai se amarrar na trama. 
 
Classificação: 4/5


Fonte: Google Imagens


Hart of Dixie - 4ª temporada


Fonte: Google Imagens

Hart of Dixie seria apenas mais uma comédia romântica água com açúcar se não se passasse no Alabama, cujas rica cenografia e trilha sonora me nocautearam de jeito! Como não amar um clima vintage e música hillbilly de fundo, gente? Fora que alguma coisa nessa série me lembra Gilmore Girls, mas até hoje não sei explicar.

O enredo é simples: Zoe é uma médica nova-iorquina mimada, fútil e sem nenhum apreço por seus pacientes. Como punição de seu chefe, recebe a missão de ir para o sul e mudar sua postura no atendimento. Ao optar por Bluebell, onde seu pai viveu, começa a apreciar os costumes de uma cidade pequena, e claro, se envolver com seus habitantes. Apesar de um irritante vai e vem amoroso da protagonista, HOD sabe divertir seu público. O romance é o ponto alto da trama, e esta temporada foi de longe a melhor.

Minhas considerações: Vamos ao papo reto: Zoe Hart não tem nada demais. Sua intérprete, Rachel Bilson, parece ter estendido os trejeitos de sua famosa Summer Roberts (The O.C.) para o resto da vida. Mas os demais personagens são encantadores e confesso, viciantes. Lemon, Lavon e até mesmo meu desafeto Wade (que mesmo não gostando de suas atitudes no roteiro, não deixa de ser um bom papel) me conquistaram. A quarta e última temporada foi reduzida em razão do cancelamento do seriado, mas se por um lado fiquei triste por já sentir saudades de Bluebell, por outro estou satisfeita por darem um desfecho satisfatório à trama. Spoiler incontrolável -> Meu casal preferido ficou junto, YAY <3

Classificação: 5/5

Lemon e Lavon, seus lindos *______*
 



Modern Family - 6ª temporada


Fonte: Google Imagens

A fantástica comédia de Christopher Lloyd chega em sua sexta season mais apagadinha do que as últimas, mas nem assim perde a qualidade. Com as crianças crescendo e os adolescentes se preparando para problemas de adultos, é nítido que os criadores estão tentando expandir seus horizontes para não entediarem o público.
 
Para quem ainda não conhece Modern Family, eis a trama: o patriarca Jay Pritchett chega à aposentadoria conquistando uma bela esposa latina e adotando seu filho prodígio, Manny. Dono de uma grande rede de armários, mantém confusa relação com seus filhos Claire (casada com o eterno adolescente Phil), e Mitchell (companheiro do meigo Cameron). A sitcom exibe diversos dramas e confusões típicas de qualquer família, além de abordar questões como adoção e casamento gay, tudo na base do humor negro leve e "do bem". 

Minhas considerações: Meus personagens favoritos, o casal Cam e Mitchell são os que mais me seguram. Eu simplesmente não sei se vou aguentar um cancelamento, porque olha, são SEIS ANOS de convívio com aqueles lindos e por mim MF pode virar Malhação e ficar duas décadas no ar hahahaha. 
 
Classificação: 4/5



Fonte: Google Imagens


The Office - 8ª temporada



Fonte: Google Imagens


Queria pedir sinceras desculpas à produção de The Office, pois fui uma completa idiota por ter odiado o show inicialmente! As duas primeiras temporadas foram totamente entediantes para mim, mas como a vida dá voltas e o Netflix se tornou meu melhor amigo, pude ter a decência de assistir tudo e assim conseguir me redimir HAHA. Eu estava errada. Muito errada!
 
Acredito que todos já tenham no mínimo ouvir falar da adaptação americana (do seriado britânico homônimo), que conta com o carismático Steve Carell como protagonista. Sobre isso, apenas uma ressalva: a 7ª season é a última com Michael Scott, mas MDS como a série está perfeita sem ele na oitava AHHAHAH <3 
 
A sitcom é gravada no estilo documentário (ou mockumentary), e relata o cotidiano do escritório de uma empresa de papel chamada Dunder Mifflin. A interação do chefe (vivido por Carell) com seus funcionários é a base da história, que de forma despretensiosa inovou o mercado televisivo americano e recebeu inúmeros prêmios.

Minhas considerações: Continuo achando as três primeiras seasons chatas, mas levando em consideração que nem minhas queridinhas South Park e Family Guy  me conquistaram de cara, estamos de boa. A partir da 5ª season é possível se encantar pelos personagens e se render a suas peculiaridades. Tem gente de todo tipo: o puxa-saco do chefe, a alcoólatra amargurada, a senhorinha tarada, o apático, o espertão, a fútil, a maníaca por gatos, o homossexual latino e por aí vai HAHAHAH.
É incrível a evolução da série ao longo do tempo, e apesar de boa parte dos fãs alegarem que ficou uma bosta sem o Michael Scott, na boa eu achei a 8ª sensacional e mal posso esperar para encerrar a 9ª com chave de ouro!
 
Classificação: 5/5


Fonte: Google Imagens

Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

12 comentários:

  1. Fiquei curiosa com hart of dixie *-* nao acredito qvc nao gostava de the office mano, eh muito bom xD kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista, Chris! Você que curte o estilo vintage/retrô vai se amarrar na cenografia e na trilha ;)
      Obrigada pelo comentário ;*

      Excluir
  2. Acho que todo mundo é assim com The Office! Eu mesma, vi um ep e fiquei 'ah, bacana' mas ai bateu a curiosidade de ver o resto e MEUDEUSSSSSSSSSDOCÉU mt bom! PREPARE os lenços na Ultima temporada, eu chorei que nem criança SDDS THE OFFICE!!!!!!!!!!!
    [i] Bears, beets, Battlestar Galatica.[/i]
    [b][i]MICHAEL!!!![/i][/b]

    That's what she said

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taís, sua linda *-* Cê some, meu! ¬¬
      Exatamente o que rolou comigo, achei sem graça e depois viciei hahahahaha ..
      Ainnnnnnn, já estou me preparando para a 9ª (até estou baixando), espero que não seja triste como Seinfeld hahaha..

      Beijos =*

      Excluir
  3. So vi o primeiro episodio de bloodbline e ja senti que vinha coisa pesada pra frente kkkk sabendo desses detalhes entao vou procurar assistir mais ;)
    Agora the office e sensacional, o comecinho e chato mesmo mas com o tempo se torna um vicio dos infernos hahahaha
    Interessante essa serie Merlin (nao tinha nem ouvido falar de Camelot), eu gosto de game of thrones e historias da idade media, acho que vou assistir tbm!

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elaine... assista! Sério, com o tempo vai ficando muito bom e tem bagulho sério na parada HAHAHAH.
      Quanto a Merlin, indico para quem gosta de passatempo, é divertido e serve pra família toda.

      Obrigada pelo comentário =*

      Excluir
  4. Você acabou com meu final de Hart of Dixie :'( Hastag CHATEADA
    NÃO ACREDITO MANO Q ELES FICAM JUNTOS :'(

    kkkkkk... só te perdoo pq te amo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MDS, SAPAAAA!
      Caralho caralho caralho, foi malllz >< HAHAHAHAHHAHHAHAHHAHAAH

      Excluir
  5. Mordern Family é amor Hell ♥ mano Bates Motel tah muito foda *_____*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Débora *__* Que bom que você também curte MF e BM, obrigada por sempre vir aqui <3

      Excluir
  6. Bloodline e chato mas Bates Motel arrebenta

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)