Nota de pesar: morre no Guarujá ex-baixista da Legião Urbana

terça-feira, fevereiro 24, 2015 Hell F. 7 Comentários

Fonte: Google

Notícia triste para os legionários: Renato Rocha, o Negrete, foi encontrado morto no Guarujá (litoral de SP) aos 53 anos de idade na manhã do último domingo (22). Também conhecido como Billy, Renato ganhou notoriedade por ter ingressado na banda brasiliense Legião Urbana em 1984.

Segundo o IML, o músico faleceu em virtude de uma parada cardíaca.


Fonte: Google


Biografia

Negrete nasceu em São Cristóvão (RJ) em 27 de maio de 1961. Mudou-se para Brasília aos nove anos de idade e desde cedo mostrou interesse pelo rock, conhecendo figuras nacionalmente conhecidas como Dinho Ouro Preto, Loro Jones e Jander (Plebe Rude). Fã do movimento punk, fez parte dos "Cabeças Raspadas", grupo de skinheads da subcultura Oi!. 

Antes de se tornar membro da Legião, tocou nas desconhecidas Gestapo e Dents Kents. Ao sair do grupo de Renato Russo, chegou a montar a banda Cartilage, que não fez o sucesso esperado.


Morador de rua

O baixista voltou a aparecer na grande mídia em 2012, quando pipocaram matérias descrevendo seu drama com a dependência química. Negrete estava morando nas ruas do Rio de Janeiro e declarou que a pensão recebida pelo ECAD (de R$900) era insuficiente para sobreviver - devido aos seus vícios.

Sensibilizado com a lamentável situação em que o amigo do pai estava vivendo, Giuliano Mandredini (filho do saudoso Renato Russo), auxiliou Negrete financeiramente e o internou numa clínica de reabilitação em Cotia (SP). 

Negrete estava hospedado em um hotel no Guarujá quando uma funcionária o encontrou sem vida no quarto.


Negrete tocando no show "Renato Russo Sinfônico" em Brasília (2013)

Infelizmente o blog recebeu a notícia em cima da hora, por isso não publicamos na data do ocorrido, mas bom mesmo seria se não tivesse acontecido.

Desejamos muita luz ao músico em sua nova jornada, que seja bem acolhido e recuperado em outro plano. Desejamos à família conforto e paz.

Menos um membro no plano terreno, mas em compensação a obra da Legião marcou o suficiente para nunca ser esquecida <3.

Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

7 comentários:

  1. caramba ele era skin e ja teve outras bandas? nao sabia de nada disso :oo
    mto legal a matéria Hell, uma pena termos perdido mais um exelente músico brasileiro =((
    ki vá em paz mesmo!

    beijo =***

    ResponderExcluir
  2. Ai gente... segunda vez que venho aqui e encontro coisas tristes :( mas a vida é isso mesmo. Nem só de alegria se vive, até porque se assim fosse... acho que a vida não teria muita graça. Altos e baixos que fazem o negócio se manter em movimento.

    Tô com saudadinha da senhora, dona xará! Anda tão sumida :(

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gente, como assim :O Sou mt tapada, não fiquei sabendo disso, depois de tanto sucesso o cara sofreu né, putz To ficando bolada, é Bruce Dickinson com cancer, agora isso...para gente! eita!
    http://blogkillerqueen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que noticia triste, Hell =/ Bateu uma saudade daquelas noitinhas de violão + biritinhas + castelinho + legião :/
    Mês que vem tô passando em Brasólia, quero tivê amiga <3
    Saudade grande mesmo =****

    ResponderExcluir
  5. aff!!! já os sertanejos e funkeiras nao morrem nunca aeihaiehaeihaei

    ResponderExcluir
  6. O rock nacional viveu tempos de criatividade, rebeldia em época de ditadura e a "adolescência" de Brasília durante o auge do Legião, que pena que um músico com uma história tão incrível como essa tenha partido sem reconhecimento e após esse drama todo com as drogas =//

    Vá em paz!

    http://www.sobremeninasevodcas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)