Top 5 - Stromae

segunda-feira, dezembro 15, 2014 Thaís Bastos 6 Comentários

Bom dia, manolos!!!

   Semana começando daquele jeito, espero que as coisas melhorem hahah. A vida anda complicada, os sentimentos bagunçados e o fim do ano batendo à porta, e mesmo que eu não ache que vá tudo mudar da água para o vinho na virada de 2014/2015, estou torcendo para dias melhores no próximo ano.
 
   Deixando de enrolação, o que eu quero mostrar pra vocês hoje é um artista que ganhou meu coração e um espaço na minha playlist, Stromae (se pronuncia Strómai), por isso, resolvi fazer o Top 5 das que eu não consigo parar de ouvir.

Breve Biografia:

   O artista, que na verdade se chama Paul Van e é belga (para ser mais exata, ele nasceu em Bruxelas), totalmente magro e desengonçado ele trouxe uma versão de musica dance com letras maravilhosas e o melhor de tudo, todas em francês *__* 
   Fala sério, tem coisa mais gostosa do que alguém falando em francês pra você? Eu particularmente amo de paixão #FicaDica
  Como o conheci? Eu adoro um grupo chamado Pentatonix (acho que até já falei deles por aqui) e eles fizeram uma versão da música dele e me bateu uma curiosidade de conhecer e dai em diante, estou in love com o replay.

5. Batard


4. Alors on Danse




3. Tous les mêmes


PS: Um dos melhores clipes dele.

2.Formidable


PS: Esse clipe foi todo gravado por câmeras escondidas em um local publico, do qual o mesmo se passou por um bêbado, muito divertido, aproveito pra dizer que procurem a tradução das musicas dele, as letras são maravilhosas.

1. Papaoutai


  Enfim, a musica que me fez gostar dele, ela fala da relação dele com o pai, que aliás ele só viu por 3 vezes em sua vida, o pai dele era ruandense ( morreu quando ele ainda era novo, em um genocídio em Ruanda), apesar da historia e da letra ser comovente, ela traz uma energia contagiante, muito gostosa e dançante.  

 Espero que tenham gostado dele, é tão difícil encontrar um artista que não seja americano e britânico e que façam sucesso.

 E aproveitando o ensejo, quero só fazer uma propaganda básica, minha futura esposa lançou um clipe essa semana e tá maravilhoso *_* e para os recalcados da Time que elegeram a musica como a 3ª pior música do ano, estou fazendo um convite para vir ao Brasil e escutar 1 hora de rádio brasileira, vai faltar espaço na lista de vocês.
 
 Estou revolts com essa lista, mas como diz a minha futura esposa Jessie J., na própria letra da musica: "If you don't like my sound, you can turn me down/Se não gosta da minha musica, pode abaixar o volume".  



  Eu acho que ela arrasou na letra e no clipe...

Retirado da internet
Beijinhos e até mais!
Thaís Bastos

AUTOR

Thaís. Para os íntimos, Sapathaís. Como boa libriana, adora filmes de romance, possui estilo despojado e busca o equilíbrio espiritual. Musicalmente eclética e conselheira nas horas vagas. Candomblecista com orgulho. Prefere enxergar a vida de um ponto de vista mais simples e desapegado. Não levanta bandeiras que não pode sustentar. Apesar dos pesares, continua acreditando que o amor é a única solução para tudo.

6 comentários:

  1. Não conhecia esse artista, e fiquei curiosa com essa letra sobre o pai dele
    Adoro o blog de voces meninas :*

    ResponderExcluir
  2. Mais um artista para eu ouvir!! Adorei a indicação, ainda não conhecia!

    Beijos
    www.heyealaysa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito bom e totalmente diferente do que faz sucesso, acho que você irá gostar ;)

      Excluir
  3. Gente, eu conhecia só uma dessas músicas, mas não fazia ideia de quem era. Eu achei super válida a sua dica e ele também me conquistou pelas letras e pela música dele! Esses dias eu tava mesmo resmungando que eu não tinha nada de novo para escutar e olha só!

    La Diabolique - Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom que ajudei *_* fico feliz!

      Obrigada pela visita

      Excluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)