Artista do Mês - Decimate Yourself

segunda-feira, novembro 10, 2014 Hell F. 24 Comentários

Quem aí curte hardcore? Ou mesmo um som mais trabalhado e pesado?
Então venham conferir porque essa edição do mês de novembro foi feita especialmente para vocês!
 
Os representantes da vez fazem parte de um grupo que está batalhando por seu lugar ao sol na concorrida estrada do rock, por isso espero que conheçam, gostem e deem força ao Artista do Mês  da coluna de hoje, que é a banda de metalcore/HC Decimate Yourself.
 
 
Em sentido horário: Heavy, Kadu, Mantova, Totávio e Benny (Fonte: Thiago Barreto)
 
Criada em 2007 e fundada definitivamente em 2011 no Guará (DF) pelos amigos Alex Mantovão, Benny (Benilson) e Heavy (Fernando), a Decimate cresceu e apareceu em desempenho musical, e além de ganhar experiência e notoriedade na cena, agora faz parte de uma nova geração do rock Brasília. Resistentes nas letras politizadas e tendo como coringa seu mesclado de vertentes apreciadas por cada um dos integrantes (que vai de metalcore tradicional ao melódico, do beatdown  ao dubstep e por aí vai), o misto de influências e personalidades distintas gerou uma pegada única ao grupo, que se tornou uma referência do estilo na capital.
 
OBS: Infelizmente não foi possível conciliar uma data com a banda para o ensaio exclusivo com nossa parceira Natty Millen, então utilizaremos fotos enviadas pelo Fernando Heavy, além de algumas salvas em outros sites.

Logo abaixo temos a entrevista concedida por e-mail pelo vocalista e porta-voz da banda, Mantova.
 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Primeiramente, gostaria que vocês apresentassem a história de origem da Decimate Yourself. Primeira formação, escolha do nome, definições de estilo musical e etc.

DYS: Eu (Mantovão), Fernando (Heavy) e Benny somos amigos há muitos anos e já tínhamos o esqueleto da banda desde 2007. Tocamos juntos com outras pessoas, outras músicas. Mas a estrutura atual da banda, formação e proposta musical surgiu em meados de 2011, com a saída do antigo baterista (Felipe "Negão") e a entrada do nosso baterista atual, foi quando decidimos pelo metalcore com uma pegada mais melódica e mais beatdown ao invés dos tradicionais breakdowns.


Quais são as maiores influências da banda?

DYS: Parkway Drive, Stick to Your Guns, Unearth e Lamb of God. A lista poderia ser maior porque estamos sempre ouvindo coisas novas, mas vou manter estas por questão de serem as de maior destaque.


Fonte desconhecida


Como é fazer parte do cenário metal no Brasil?

DYS: Acredito que o cenário underground como um todo vem passando por uma grande
reformulação, graças à facilidade aos meios de gravação. Hoje em dia um garoto de 14 anos consegue produzir um álbum completo sem sair do seu quarto. Temos uma gigante variedade de softwares, plugins e interfaces digitais que conseguem emular o que antigamente só encontraríamos em um estúdio caríssimo.
Essa facilidade quebrou barreiras e diversas gravadoras. Hoje uma banda só precisa dela mesma para "se lançar", não há mais necessidade, pelo menos nos níveis iniciais, de intermediários. E temos vários exemplos de bandas que surgiram na internet e ganharam o Brasil e o mundo.
Nesse contexto, a DYS, que produziu de forma independente suas músicas e videoclipe, faz parte dessas bandas da nova geração, que não tem filiação com gravadores de pequeno e médio porte e muito menos intermediários, fazemos tudo pela internet com comunicação direta com público e produtores de eventos.


Que características de cada integrante (personalidade, gostos pessoais e etc.) ajudaram a compor o atual som do Decimate?

DYS: Acredito que o nosso diferencial seja esse: somos muito diferentes! Embora existam bandas e influências convergentes, na maior parte do tempo nós estamos sempre trazendo algo novo para a banda de forma independente para no fim unir isso em uma composição. Cada um, com suas preferências, traz algo novo para a proposta de som da banda.
Falando dos membros individualmente, eu (Mantovão) sempre escutei muito grunge e stoner, embora minha escola de vocal seja do Pantera e Sepultura, sempre tento mesclar essas duas coisas ao cantar.
O Heavy, que é a fonte criativa inicial da banda, sempre escuta metal tradicional e bandas mais indies como Tool e QOTSA, e seus riffs geralmente saem do padrão das bandas de metalcore atuais.
O Totávio, embora fã de rock clássico é muito ligado ao metal mais extremo, grande fã de death e black metal, então a pegada dele no baixo é sempre a mais agressiva possível, sendo que somos fãs dos famosos "Bass Drops" e o Totavio fica responsável por executar isso na música.
O Kadu já é um cara que tem uma grande variedade de influências, que vai de bandas mais clássicas como Motorhead, passando pela escola do new metal (Korn, Slipknot e Linkin Park) até as bandas atuais. Tem muito groove na pegada dele e é muito fã de rap.
E o Benny, que é o cara que dá o tapa final nas músicas, geralmente é o encarregado de juntar tudo isso em um "produto final" e todas as composições passam na mão dele.
O Benny, embora a galera possa esquecer, já teve banda cover de Kreator, então mesmo sendo conhecido pela sua outra banda Regicídio, que é de HC beatdown, na banda ele tem uma pegada que alia o thrash metal clássico com o hardcore na pegada do Hatebreed, Madball e Terror, suas principais influências fora o seu conhecimento de música clássica, que se traduz em algumas passagens melódicas nas músicas.
Fora a nossa paixão pela música eletrônica de peso, como o dubstep e o trap.



Fonte desconhecida
 
Sabemos que a cultura underground ainda enfrenta preconceitos para atingir o grande público, mas a DYS já possui expectadores fiéis que dão apoio em todos os shows. Que dicas vocês podem dar a novos músicos da cena para atingir essa credibilidade?

DYS: Acredito que o primeiro e mais primordial dos conceitos é sempre ser pé no chão. O cara que tá curtindo seu show merece respeito. E respeitar o teu público faz toda a diferença, vivenciar isso, fazer parte do show, todos nós já passamos por isso, então nunca percam esse espírito "roqueiro". Nos nossos shows nós sempre curtimos, entramos na roda com a galera, assistimos aos outros shows, trocamos ideia com a galera. E sempre com humildade.
No mais é ter uma proposta e a seguir, buscar melhorar tecnicamente, sempre ensaiar e levar as coisas sempre na esportiva. Críticas ao teu som, ao teu visual, teu merch... sempre vão existir, se tu se estressar toda vez que isso rolar tu não vai ter paz na vida.


Como é processo de elaboração das letras do Decimate? Existe alguma ideologia predominante na mensagem ao público?

DYS: A ideia principal é não ser só mais um conformado sentado no sofá, faça algo, por menor que seja, critique, se informe, busque seus direitos! Se existe uma possibilidade de mudar esse país, não vamos aumentar as nossas chances inertes, temos que fazer algo, talvez um só não consiga mas uma grande massa pode criar algo novo. Nossas letras encorajam isso, não há uma ideia central, até para não se perder em liberdade criativa. Mas queremos que as pessoas busquem a mudança, busquem acreditar que podemos fazer algo, essa esperança é o que nos move. Eu sempre tento por isso no papel e compartilho com a galera da banda para todos darem sua contribuição.
 


Fonte: Na Rota do Rock

Com esse tempo de banda, vocês provavelmente já possuem planos para expandir seus horizontes. Quais são os projetos em vista?

DYS: Queremos alcançar mais pessoas, no lançamento do nosso videoclipe conseguimos chegar até pessoas de outros estados e isso foi muito gratificante, tivemos um boost nas nossas redes sociais e por isso a produção do nosso próximo som não se limitará somente ao Distrito Federal, nós vamos atrás de novas localidades, pessoas, picos. Espalhar o quanto conseguirmos o nosso som. Pessoalmente, se possível.


Previsões para próximos shows/gigs?

DYS: Não. Talvez aconteça algo para o final do ano, mas nada confirmado. A nossa prioridade agora é a produção do nosso novo EP. Nesse momento estamos em fase de pré-produção, gravando em casa, fazendo testes, compondo, recompondo. Vai sair algo bacana, quem está acompanhando a gente por todo esse tempo vai curtir e quem ouvir pela primeira vez também.
 


Fonte desconhecida
 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
 
É isso aí, pessoal. Continuamos firmes com a proposta inicial do projeto e contamos com a participação de todos vocês: incentivem a cena local, curtam a página do Face e se inscrevam no canal da banda para se atualizarem de novidades. Fiquem ligados em datas de shows e lançamentos de singles para conferirem de perto o trabalho dos músicos, comprem camisetas, divulguem para os amigos.
Arte existe para ser valorizada, e esse é o maior propósito da coluna.
Muito obrigada aos músicos da Decimate Yourself por essa troca de ideias e espero que alcancem o merecido sucesso!
Links Oficiais: - -
Canal do Youtube
 
Decimate Yourself
Formação atual: Alex Mantovão (vocais), Benny (guitarra), Heavy (guitarra), Luís Totávio (baixo) e Kadu Tropeço (bateria).
Ano de formação: 2007 (primeira) e 2011 (atual)
Origem: Guará (Distrito Federal)
Vertente: Metalcore/Hardcore
 
Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

24 comentários:

  1. Que foda, Hell! Acho esse projeto de vcs fantastico e eu AMO hardcore, ja curti mto metalcore na adolescencia mas quero muito conhecer a DYS a entrevista ficou ótima, parabéns ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma conferida nos links das redes sociais deles, Camis <3

      Excluir
  2. Banda interessante e de fato bem difícil de encontrar no mesmo estilo aqui em Brasilia. apesar de ser uma leiga em rock, não me canso de agradecer a vocês, meninas por lutarem por um conteúdo de qualidade na web. A cobertura do evento de dia das bruxas no cave ficou impecavel. E essa entrevista de hoje muito bem conduzida, foi como escutar o rapaz me apresentando a banda pessoalmente.. Hell como sempre de parabens ;) Eu nao tenho facebook mas meu filho mais novo adora metal (hardcore não sei rsrs) e vou mostrar para ver se ele gosta.
    Beijos e parabens para a banda Decimate Yourself pela dedicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Marie! São comentários como o seu que nos dão gás pra investir neste projeto :)

      Excluir
  3. Adoreiiii, Hell *_*
    Curti a página deles já ;)

    bjones

    www.ladygagando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. GOSTO TANTO QUANDO VCS FALAM DE ROCK AQUI *____________*
    - pronto desabafei kkkkk
    HC e metalcore? Que mistura hein auehaeueah ♥
    Confesso que eu prefiro o hc tradicional mas fiquei curiosa sobre a musica dos rapazes, eh sempre bom conhecer novos rumos bandas e culturas e com ctz a intençao de valorizar a arte nos abre a mente pra aprender a gostar de coisas boas e novas neh??!
    Arrasou na entrevista Hellzinha gostei muito mesmo e ja estou curtindo a pagina deles =***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sammy *-* Dá uma conferida no som deles, poxa. Vai que você gosta, né?

      Muah =*

      Excluir
  5. Poxa é sempre interessante conhecer a batalha de pessoas proximas que podem se dar bem na vida e lembrarmos que daqui um tempo podem estar fazendo um super sucesso merecido, ne??
    Maravilhosa materia Hell *-*
    Pelo visto nao serei a primeira nem a ultima a parabenizar voces por essa iniciativa de divulgar bandas de garagem e artistas locais..
    E ah...o som deles e mto bom xD

    beijo =***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Analuz. Reconhecimento é a coisa mais importante pra quem batalha por um lugar ao sol, também espero que eles façam sucesso ;)

      Muah =*

      Excluir
  6. Uma duvida como admirador de rock. Se eles alcancarem esse público todo nao correm o risco de fazer como LP e Korn fizeram e acabarem perdendo o publico underground? Nao e uma critica, mas penso E VEJO como essas bandas undergrounds se transformam com o tempo e acho que perdem muito de sua essencia apelando para o grande público. Ou nao?
    Alfredo Campos, mestrando em musica classica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma via de mão dupla, Alfredo. Impossível ser mainstream e não receber novas influências. Entretanto, a essência de qualquer banda, seja famosa ou de garagem, deve ser valorizada e se permitir evoluir quando preciso. Não falarei 100%, mas a maioria massacrante dos grupos buscam sucesso, e não acho que seja ruim. Todavia seria bom tirar a dúvida com a própria banda, se você tiver facebook poderia mandar uma mensagem a eles ;)

      Obrigada pelo comentário ;*

      Excluir
  7. Hoje é dia de Rock Bebê. *---*
    Não conhecia eles, mas vou procurar e escutar algumas musiquinhas. Quem sabe nao os coloco na minha playlist *--*

    http://agindodiferente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Esse projeto de vcs é tudo de bom Hell *______________________*
    Vou carregar esse link do clipe e quem sabe tbm acrescentar na playlist <33

    Beijo gatona :****

    ResponderExcluir
  9. Sou fã desse blog *_*

    obs: to curtindo os meninos no face parabens meninas pelo projeto :***

    ResponderExcluir
  10. Adoro uma sonzera <3 Mandou muito na entrevista Hell ♥
    Se eles vierem tocar em SP me avise :*****

    ResponderExcluir
  11. ahh tinha tempo que nao vinha aqui, jah tava com saudade hehehehe *_*
    legal a banda, vou procurar o som pra ver se curto :)))

    beijo hell

    ResponderExcluir
  12. Omg, achei que tinha compreendido o estilo da banda até assistir ao clipe e wtf?! Cordas vocais de ouro, minha nossa HUAHAUAHAUAHU Foi bom eu ter conhecido o Decimate, quem sabe agora eu largo as internacionais do mesmo estilo (dos caras com as cordas vocais de ouro) e dou uma chance pra uma nacional!
    Beijooooooooooooooooo <33

    http://listadasnuvens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Muito bom, ñ conhecia mas tenho que conhecer :)

    ResponderExcluir
  14. Gostei da Decimate, eles tem cd? Sera que enviam pra SP, Hell?

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)