Review | Recomendação de 10 atrações do Netflix

terça-feira, outubro 21, 2014 Hell F. 18 Comentários

Ynhay amiguinhos, tudo bem?
Hoje a pauta da vez se chama Netflix o/

Editada

E como a maioria  já conhece o site de streaming mais famoso da atualidade, nem me darei ao trabalho de fazer introdução blz flw AUHEHAUEH. Lá é possível assistir de clássicos cults (como "Taxi Driver" ou "Laranja Mecânica") a besteróis americanos, fora documentários de diversas naturezas. Ou seja, tem pra todo gosto e assim como tudo na vida, seus prós e contras (não entrarei nesse mérito para não me prolongar, JURO ahhaah). Como estou temporariamente sem note em casa (vírus da %$##@ ¬¬), a saudade bateu forte e vim recomendar algumas de minhas atrações preferidas no portal, e o bacana é que muitas delas conheci através do mesmo. Vamos conferir? ;)

Categoria - Animações:
ALLEN GREGORY

Divulgação: Google Imagens

O desenho nos apresenta sua insuportável estrela: o mimado Allen Gregory, que se acha A torneirinha da chuca por ser filho de um rico e famoso socialite. Egoísta e arrogante, o fedelho rejeita sua irmã adotiva e hostiliza o novo marido do pai sem ser recriminado por isso. Mas sua realidade muda quando finalmente passa a frequentar a escola regular, o que será um grande desafio. Lá, descobre que ter dinheiro não compra a atenção e o carinho de outras crianças, e enquanto sonha em ser popular, se apaixona pela voluptosa (e idosa) diretora da escola.
Gente, não tem como esse personagem ser amável, pois é justamente sua petulância que garante as melhores situações. Conheci no próprio Netflix, e fiquei triste ao descobrir que foi cancelado, pois a primeira e única temporada é realmente muito boa.
OBS: Não está mais disponível no site, mas eu tinha que registrar aqui  ><
OBS2: Recomendo apenas para quem REALMENTE curte HUMOR NEGRO.
Classificação: 3/5
THE CLEVELAND SHOW
Divulgação: Google Imagens

O spin-off de Family Guy retrata a nova vida de Cleveland (mais conhecido como o amigo negro de Peter em F.G.) ao retornar para sua cidade natal, a fictícia Stoolbend (Virgínia). Lá, reencontra seu ex-amor do colegial, Donna, com quem se casa. Os personagens familiares (Roberta e Rallo, filhos de Donna; e Jr, filho de Cleveland) garantem a perfeita interação dentro do novo lar do protagonista, enquanto o mesmo substitui os velhos amigos por um urso falante, um caipira preconceituoso e um baixinho complexado. O estilo é o mesmo dos mais conhecidos Simpsons, South Park e American Dad, mas os fãs de Family Guy tendem a se divertir pra valer com o programa, graças às excelentes sacadas de mesclar os personagens de ambos os desenhos. Todas as quatro temporadas estão disponíveis no Netflix.
Classificação: 4/5
FAMILY GUY


Outra dica para quem curte o bom e velho humor negro. Confesso que assistia vez ou outra na TV paga torcendo o nariz (assim como foi com South Park), mas tendo em mãos a variedade do mágico Netflix, eu me rendi e acompanhei todas as temporadas. Hoje em dia apenas algumas estão disponíveis, mas óó vale a pena, viu? o/
Para quem ainda não conhece, Family Guy é uma típica animação debochada que satiriza o meio de vida das famílias americanas, e suas piadas racistas, antisemitas e homofóbicas refletem a hipocrisia e o sadismo de nossa sociedade. Demorei MUITO para aprender a gostar dos personagens, mas já aviso de antemão que os mesmos se tornam viciantes, eu simplesmente não consigo mais viver sem o Stewie <3 AHAHHAAH.
Classificação: 5/5
Categoria - Filmes:
A ONDA

Divulgação: Tumblr

Essa recomendo até para quem não curte muito cinema europeu (tipo EU hahaha). O drama alemão (cujo título original atende por "Die Welle") toca na ferida do passado nazista dos germânicos de uma maneira singular. Inspirado pelo livro homônimo, o longa exibe a história de Rainer, um professor meio punk moderninho que é incumbido da difícil missão de apresentar o fascismo ops, a autocracia a seus alunos. A classe é dividida em duas, e obviamente a outra parte da turma estudará o anarquismo. Ainda contrariado por não defender as ideias anarquistas, Rainer decide dar uma lição aos estudantes e aos poucos passa a incorporar  hábitos fascistas a eles, como usar uniforme e marchar. Durante boa parte do tempo ficamos na dúvida se o mestre realmente mergulhou no personagem ou se tudo não passa de uma armação. Não é aquele tipo de filme "MEU DEUS, QUE MARAVILHA", mas a mensagem é válida e o final, apesar de exagerado, cai bem no contexto.
Mais uma obra que conheci no Net, apesar de ter sido recomendada por amigos.
Classificação: 3/5



A PELE QUE HABITO
 Divulgação: Google Imagens
O intenso suspense espanhol de Almodóvar registra os delírios do cirurgião plástico Roberto LedGard , vivido por ninguém menos que Antonio Banderas. "Criando" em um quarto a sósia de sua falecida esposa, que se suicidou na frente da filha após não suportar ver seu corpo deformado após um incêndio (ocorrido em um acidente de carro), o doutor nos passa diferentes sentimentos durante o filme, e juro que não posso alongar, pois soltar spoiler para essa maravilha cinematográfica seria um verdadeiro pecado. Se ainda não viu, PORFA assine Netflix ou assista online. Sério, sérião mesmo hahahh <3
Classificação: 5/5

PRECISAMOS FALAR SOBRE O KEVIN

Divulgação: WeHeartIt

Baseado no livro que leva o mesmo nome, o excelente drama retrata a destruição psicológica de uma mãe que aparentemente sempre soube que seu filho seria uma pessoa ruim. Angustiante, pesado e sombrio, o filme mostra a agonia de Eva (a mãe de Kevin) em flashbacks, e aos poucos monta as peças necessárias que nos fazem entender que tipo de crime seu filho cometeu. Para mim, as partes mais atormentadoras são da infância do garoto, e eu realmente me coloquei no lugar de Eva e me peguei pensando no que faria caso acontecesse o mesmo comigo.
O contraponto é a chegada de uma irmãzinha na família e as lembranças do tratamento de Eva para com Kevin. Apesar dele não ter sofrido nenhum abuso ou trauma quando criança, é notável que a mãe o rejeitou ou no mínimo teve claros sintomas de depressão pós-parto. Ou haveria um instinto maior do que o materno a alertando desde o começo de que trouxe ao mundo um sociopata?
Cada um terá sua conclusão íntima do longa, e é justamente isso que acho mais genial nele.
Classificação: 5/5


Divulgação: Tumblr
Categoria - Séries:
DEVIOUS MAIDS
Divulgação: WeHeartIt
Mistério, romance, aventura e comédia. É o que se absorve de Devious Maids desde o piloto, juro! A dramédia conta a história de cinco domésticas que sem querer se veem envolvidas no assassinato de uma colega. Mais um motivo para agradecer ao Net \o/
Cinco latinas ganham a vida limpando mansões em Beverly Hills, mas quando uma é morta durante a festa dos patrões, Marisol (Ana Ortiz, a irmã da Betty em Ugly Betty) chega para preencher a vaga e se interessa pelos segredos de todos ao redor. É claro que há muito por trás de cada personagem, mas não me atreverei a soltar spoiler hehehe \õ
O estilo da sitcom é mesclado com o famoso dramalhão mexicano, e apesar de várias cenas clichês, Devious Maids cumpre bem o papel de entreter. Mas deixando claro: é um seriado bem feminino, repleto de reviravoltas previsíveis que lembram nossas novelas.
Classificação: 3/5


DROP DEAD DIVA


Divulgação: Google Imagens

Own como eu queria indicar essa série *-*
Já acompanhava bem antes de me tornar assinante do Net, mas pela comodidade de tê-la em seu extenso leque de opções acho importante recomendar para quem curte romance <3
Jane costumava ser uma advogada séria, inteligente e workaholic. E bem, ela é acima do peso considerado ideal pela sociedade. Enquanto isso, Deb era mais uma modelo ''loira burra'' sonhando com a carreira de atriz. Ambas sequer se conheciam, quando passaram por uma experiência de quase-morte simultaneamente: Jane é baleada enquanto Deb se acidenta no trânsito. Só que a modelo foi espertinha ao chegar no céu e consegue retornar à Terra, mas-porém-entretanto-todavia, no corpo da gordinha Jane.
Esse é apenas o pontapé inicial de váááárias confusões deliciosas do show, que arrasa no romance e nas cenas cômicas. Confesso que já derramei litros de lágrimas em alguns episódios, e se alguém aí é emo sensível como eu pra comédias românticas, fikdik!
Classificação: 4/5


POLÍCIA 24 HORAS


Divulgação: Google Imagens

Por que essa indicação de algo que passava na Band? Oi, porque sou dessas HAHAHAH!
ADORO as abordagens dos policiais, as figuras que nos matam de rir (ou de pena) em suas confusões familiares, as tretas entre vizinhos, os trambiqueiros sendo pegos no flagra com seus pequenos delitos, o sotaque da galera, os bebuns dando close, COMO NÃO AMAR? HAHAHA! Isso é Brasil! Sim, Brasil, porque mesmo sendo em Sampa (não gostei da versão do RJ) se vê mais migrantes do que paulistanos nessa mistura delícia, e na boa eles são os melhores <3
Sem palavras para vez ou outra quando pinta um corintiano do gueto AHAHAHAH!
Todo amor do mundo para vergonha alheia ♥. Comédia pura. E siiim, está disponível no Netflix também, YEY!
Classificação: 3/5
TABU AMÉRICA LATINA

Divulgação: Google Imagens

Quem não conhece o programa Tabu, né gente? Amor infinito pelo NatGeo, vulgo melhor canal ever ♥.  Apesar da versão latina não se comparar à original (em minha opinião), é sempre interessante conhecer diferentes costumes e esquisitisses alheias, né? É definitivamente a melhor das opções para pessoas curiosas como eu...
Essa leva do show entra no mundo da modificação corporal, das religiões latinas que se assemelham com nosso candomblé, de cultos secretos e escrotíssimos, dentre otras cositas más.
Classificação: 4/5
~
E é issaê meu povo, vamos todos relaxar e acompanhar a programação da Netflix? Espero que gostem das recomendações e caso já tenham conferido alguns títulos, me contem suas opiniões ;)

Muaaah ;*
Divulgação: WeHeartIt
PS: Este não é um publieditorial, é um post sincero de uma assinante comum e satisfeita.

Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

18 comentários:

  1. Boas dicas, Helll xD
    Tem um tempao que quero assinar netflix e vou so deixando pra depois oaskoaspaksaposa
    depois dessa gama de opçoes vou assinar com certeza :))))

    beijooos

    ResponderExcluir
  2. Tabu, Precisamos falar sobre o kevin e a pele que habito só coisa boa Hell *_____________*
    mandou bem nas recomendações gata =***

    ResponderExcluir
  3. Desses so nao conhecia cleveland e drop diva, devius maids ja vi na tv a cabo e é engraçado kkkkkk
    O policia 24h me matava de rir tbm kkk

    ResponderExcluir
  4. Precisamos Falar Sobre Kevin está na minha lista de livros que preciso obter após assistir o filme e ainda comprar o DVD. Pq sinceramente? O Ezra é divo!
    Clichê de Escritora

    ResponderExcluir
  5. E eu jurando que era a unica que gostava de Policia 24H *____*
    Até hoje eu não me recuperei do episodio da mãe do facebook... dou pala eterna AHAHAHHAHA

    (Tirando a parte do meu pai falando que tinha pena dela e que eu não deveria rir pq ela estava doente... Não assista com moralistas ;) )

    ResponderExcluir
  6. vc tbm ama family guy? ♥ ♥ ♥ geralmente as pessoas gostam de simpsons (que eu nao suporto kkkkkkkkkkkkkk) adorei as dicas hellzuda gatissima :***

    ResponderExcluir
  7. Sou suuuuuper fã de TABU e POLICIA 24 HORAS <3

    http://guitarrebel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. De todos esses eu só assisti Family Guy. É muito legal, eu rio litros e litros. Até meu irmão gosta.

    Eu sempre quis ter NetFlix, mas sei lá... tenho medo de ter e não ser muito bom.

    http://agindodiferente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. A Onda, Precisamos Falar Sobre o Kevin, Polícia 24 horas *------------*
    Adooooooooorei, Hell. E eu ri dos seus comentários do Polícia 24 horas AHUAHAUAUHAU Muito malvada tu hein ahusuahsuhasa
    Beijãão <333

    http://listadasnuvens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Netflix é vício, inegável isso. Mas sou lentinha e não consigo assistir várias coisas ao mesmo tempo. preciso terminar uma e iniciar outra HAHAH

    então... A pele que habito é otimo! Adoro filmes com um toque psicológico que nos fazem pensar e nos enganam quanto ao final!

    P.s.: Fiquei feliz, TIPO MUITO, porque você gosta da Sharon Needles *------* GEEEENTE! Me sinto um et, ninguém conhece u.u

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Tambem sou viciada em netflix hell kkkk
    e fico horas vendo gossip girl, friends, ate the nany kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Eu não tenho netflix, mas a maioria dessas coisas dá para ver na tv mesmo xD

    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Tabu, caramba, amo, serio *-*
    Policia 24 horas também, me mata de rir ashuashu
    Beijos amor, seguindo ♥


    Querida Hanny

    ResponderExcluir
  14. Que super legal o seu post flor,o filme Precisamos falar sobre o Kevin realmente me intrigou bastante,digamos que foi um filme muito louco,me coloquei no lugar da mãe dele e a dor foi muito grande.
    Beijos flor <3
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Falando de 3 filmes ótimos no mesmo post, quanto amor <3 A Pele que Habito é um dos meus filmes preferidos, mutcho loco! E Precisamos Falar sobre o Kevin também, é um ótimo filme mas o livro, claro, é ainda melhor - e cheio de detalhes. A Onda eu assisti essa semana e falei sobre ele no post de hoje. Ah, e polícia 24h eu olho as vezes só pra dar umas risadas :p
    Beijo, Bruna S. ♥
    Chanel Fake Blog

    ResponderExcluir
  16. "a torneirinha da chuca" jhkjhkjfdhkjgjhfgkhfdg Começo dizendo que amo o Netflix ♥ Agora sobre suas indicações, os três primeiros são o tipo de animação que eu adoraria assistir (mas não tenho saco e acabo desistindo no primeiro episódio e.e). A Onda me chamava atenção, mas não sabia do que se tratava, darei uma chance pois curto qualquer coisa que fale sobre nazismo (e sistemas também sz). A Pele que Habito já devo ter assistido com a minha mãe, me lembro vagamente, mas (re)verei pelos seus elogios. Precisamos Falar Sobre o Kevin é muito bom mesmo! E por fim Polícia 24horas que minha mãe ama e com o qual ela morre de rir JHFGJKHFDKHFG Eu também rio muito, tem cada quote que mel dels. Enfim, Hell. Dorei o post! Beijão ♥

    Garotas de Mustache

    ResponderExcluir
  17. Ei Hell, eu não assino o Netflix, nunca me interessei de verdade por essa plataforma. Mas, seu post me fez ficar com aquela ponta de duvida, agora estou pensando melhor sobre fazer uma assinatura.
    Pois bem, em relação às indicações: adorei as de animação. Fiquei muito curioso para assistir Allen Gregory, pois as outras eu meio que ja vi alguns episódios. Não as acompanho, mas gosto sim delas.
    Sobre os, ja assisti A Pele que Habito, e Precisamos Falar sobre Kevin. Sendo que esse último eu prefiro não lembrar dos detalhes, pois quero ler o livro. Fiquei MUITO tentado a assisti A Onda!!!!
    Enfim, adorei a forma que você conduz seu post. Achei muito divertida, e leve. Fui lendo e quando percebi, já tinha terminado!

    beijos
    ps: sou encantado pela sua simpatia e inteligência, sério.
    http://psicotendencia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel, não sabe como me deixou feliz com seu comentário ♥
      Muito obrigada, de coração.
      Ps: adoro seu blog e soltaria FOOOGOS se vc morasse em Bsb, eu encheria tanto seu saco pra correr atrás da carreira de estilista, você tem muito talento e eu tbm fico *de cara, boquiaberta* com seus excelentes posts <3 Você vai longe, ctz!

      Grande abraço e beijos *-*

      Excluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)