Review | Deus não está morto

segunda-feira, setembro 15, 2014 Thaís Bastos 5 Comentários

Divulgação: Internet

    Desde que saiu esse filme, de vez em quando ele aparece em minhas conversas entre amigos. Meu irmão falou que adorou, meu amigo Lucas não viu, mas dizia que não aguentava mais ouvir falar desse filme e eu como uma boa libriana vinha respondendo que ia assistir primeiro para ter uma opinião, pois bem, assisti e agora eu tenho minhas considerações sobre o filme.
    Primeiro, assistam, é sempre bom ter uma opinião própria sobre algo/alguém e a que eu darei aqui será a minha, podendo não ser em comum com a sua. Segundo, eu sou cristã, acredito em Deus e pra mim ele realmente não está morto. Terceiro, desculpe pelo spoiler pra quem ainda não assistiu e quer assistir, eu não vou conseguir dar minha opinião sem contar o filme :)

Resumão
Divulgação: Internet

     Um professor de filosofia de uma faculdade obrigava a todos seus alunos a assumirem que Deus está morto, escrevendo isso num papel e o entregando assinado, porém um dos jovens não consegue executar essa lição, pois é cristão e avisa ao seu querido professor que não irá escrever a frase, com isso o professor lhe dá 20 min de sua aula para que ele defenda a tese de que Deus existe, o menino então propõe que os alunos fossem o juri, o professor o promotor de acusação e ele a defesa, nisso o filme vai nessa discussão dos dois em tentar desmentir o outro.

 Critica

    Vocês lembram que eu disse que sou cristã né?! Tenho uma religião, sou espírita, que é cristã por acreditar em Deus e em Cristo, enfim, criticar não é falar mal, é dar sua opinião sobre algo, o filme é bonitinho, mas é um tipico filme evangélico americano, não sei se vocês já assistiram um tipico filme evangélico americano, eu já, e adooooorei "A prova de fogo" (muito bonito, sem grandes emoções, fala bastante de Deus, mas o melhor...NÃO FOCA NA RELIGIÃO EVANGÉLICA em si), Desafio de gigantes (Também muito legal) e O céu existe (perfeito pra mim, por motivos óbvios e que não é tão evangélico assim).
   Enfim, voltando ao filme em questão, realmente Deus dos CRISTÃOS não está morto, porque o Deus dos Muçulmanos e o dos Budistas (acredito que seja esse a religião, porque não foi citado) sim, esses estão mortos, o filme vende a imagem do cristianismo, como se só essa fé fosse a correta, aparece uma menina filha de muçulmano e ela escuta passagens da bíblia escondida do pai que ao descobrir, bate nela e a expulsa de casa (tipico de americano deixar os muçulmanos como os malvados da história como se não existissem cristãos assim também) e o pai de um garoto japonês que manda que ele não ceda as palavras do menino defensor de Deus e não aceite o cristianismo, mas no fim TODOS aceitam, inclusive o professor que morre atropelado e suas ultimas palavras é que ele acredita em Deus (porque estava com medo de morrer).
   Oooooh God! Tudo bem, eu entendi a mensagem, mas esse filme seria muito mais bem feito por uma pessoa cristã que não tenha religião (que tem de monte), ficou merchandising puro da religião. No modo geral, ele é bonitinho de ser ver, mas não é pra tanto, as vezes fica até chato e lógico demais, tinha tudo pra ser um filme bem bolado, mas acabou virando mais um tipico filme evangélico em que só o cristianismo existe.
   Eu sou uma cristã que não acredita na bíblia como um todo, como pode um professor filósofo, ateu ter que morrer pra aceitar Deus? Poderiam ter dado um outro final pra ele mais bonitinho, resumindo o filme no meu ponto de vista "Só o cristianismo existe e as outras religiões não são nada e caso você não acredite em Deus ele vai te castigar", na boa gente, o cara morrendo e ouvindo um pastor dizer que ele tem que aceitar Deus soou como "Aceita ou morre".
   
      Pelo amor de Deus... cagaram o filme e desrespeitaram as outras religiões.

Bom, assistam e me digam o que vocês também pensaram sobre o filme.

 Trailer - Deus não está morto

Até a próxima!

   

                    

Thaís Bastos

AUTOR

Thaís. Para os íntimos, Sapathaís. Como boa libriana, adora filmes de romance, possui estilo despojado e busca o equilíbrio espiritual. Musicalmente eclética e conselheira nas horas vagas. Candomblecista com orgulho. Prefere enxergar a vida de um ponto de vista mais simples e desapegado. Não levanta bandeiras que não pode sustentar. Apesar dos pesares, continua acreditando que o amor é a única solução para tudo.

5 comentários:

  1. Adorei suas considerações, Sapa! Também queria assistir ~ só que não, no desânimo de ser um "Amor pra recordar" da vida HAHAHAHAH
    Mentira, eu queria ver sim, só que tava com medo de ser ridículo..
    Vou conferir esta semana (se pá hoje) e te falo o que achei, pois como a senhora lembrou bem, temos que tirar nossas próprias conclusões antes de julgar ou mesmo exaltar algo ;)

    Beeijooooo ;*

    ResponderExcluir
  2. É só o que os cinéfilos andam falando, sobre esse filme ... andou criando a maior polêmica no filmow ... eu ainda não tive a chance de conferir, farei em breve,

    ELDRIDGE'S CREEK
    http://eldridgecreek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bom, pela sinopse e pela crítica, eu realmente não consegui despertar nenhum interesse pra assistir o filme. Em geral, não me interesso por filmes de carater religioso por não acreditar em deus mesmo.

    La Diabolique - Fan Page

    ResponderExcluir
  4. Eu ia assistir, pra ter a opinião fundamentada e tal. Mas quer saber? Isso é igual pornô de banguelo, não preciso ver pra imaginar a merda que deve ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk... vc não vai gostar mesmo não ^^

      Excluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)