TOP 10 | Séries de TV [ 1 ]

sexta-feira, abril 25, 2014 Hell F. 5 Comentários



Inhaynn, Brasil! *-*
Vamos inaugurar uma nova seção aqui no blog? Nos próximos dias falarei sobre 10 séries imperdíveis, elegendo meu TOP 10 pessoal. Prometo que terá bastante amorzinho porque sou romântica pacas, terá comédia (#teamhumornegro, lózico), mais um pouco de suspense adicionado e muita emoção no bagulho <3
Imagem meramente ilustrativa
E antes de anunciar o 10º colocado do meu ranking, um desabafo sobre minha paixão por seriados...
Quando criança eu assistia todo dia  “Step by Step” , “The Nanny” e “Full House” (quem lembra?) na TV a cabo, e desde então não me abri muito à programação da TV aberta por achar tudo uma bosta de gosto duvidável. Com justa exceção aos clássicos da infância "Os Trapalhões", "TV Colosso", "Família Dinossauro" e "Caverna do Dragão", que eu assistia na Globo HAHAHAHA e também os igualmente importantes "TV Cruj" e "Chaves", que acompanhava pelo SBT.
Foi nessa mesma época que me rendi às maravilhosas obras primas da TV americana, como “Friends”, “Seinfeld”, “Mad about you” e todas as “das antigas” que me conquistaram para todo o sempre, embora não entendesse todas as piadas como hoje heheheheh. Com isso, acabei tomando asco de filmes/séries dublados e também não me tornei a maior fã das produções brasileiras... Mas com isso ganhei muito mais do que perdi, vai!

E fico feliz por ultimamente todos terem fácil acesso às grandes produções estrangeiras, graças à popularização da banda larga e de sites de streaming como o Netflix, agora finalmente o público brasileiro em geral teve um lado facilitado para conferir as obras de sucesso no exterior. Afinal, quem assiste "IXQUENTA" e "Pânico" não merece respeito ;*
Na boa, existe coisa mais gostosa do que estar de bobeira em um dia de folga curtindo uma maratona de seus seriados preferidos? *-*Pra mim, não!

E antes de indicar as minhas séries favoritas de todos os tempos ao longo dessa seção, deixo bem claro que é uma lista sujeita a alteração, já que ultimamente tenho descoberto (várias) sérias candidatas para uma próxima relação.
OBS VERSÃO FIKDIK: Já adianto que não listei os queridinhos “The Big Bang Theory” ou “Breaking Bad”. {Quem não tiver saco pra entender o porquê, é só pular o próximo parágrafo e ir direto à premiação hahahahah}. Juro que tentei gostar - até porque sou viciada em seriados e fico curiosa quando uma novidade vira hit e sempre procuro conferir para tirar minhas próprias conclusões, mas infelizmente não deu. Não fui conquistada por nenhum dos dois. Nem por Game of Thrones.
Na minha humilde opinião, a série de comédia geek mais famosa do mundo possui piadas fracas e só me lembra o velho estilão Warner de humor abobado (como os novos “Mom” e “Super Fun Night” ou o cansativo “Two and a half men”). Moral da história: humor apelativo como piadas de flatulência, excesso de arrotos, cenas de sexo desnecessárias e fundo de risadas com frases que NÃO TEM GRAÇA não me representam.
Revolta justificada, né?
Quanto a Breaking Bad, admito que possui um roteiro sensacional, de excelente bagagem, tinha tudo para ser uma das minhas favoritas, se não fosse tão... tão leeeenta. O primeiro episódio foi quase uma tortura pra mim, mil anos pras coisas acontecerem MELDELLS aHAahaHAha. Achei a dinâmica (se é que dá pra chamar de dinâmica) pra lá de lerda, os episódios são longos demais e vem cá, e aqueles diálogos do Walter com a esposa que ocupavam metade do tempo? Oi? Não rolou, sério, não gostei. Pra mim o que cagou enfraqueceu a obra foi justamente isso, essa enrolação toda nos conflitos familiares. Taí uma série que recebeu todo tipo de prêmio e não me cativou. Quem sabe se um dia - caso eu tenha um tempinho extra na Terra e resolver assistir todas as temporadas sem dormir acabo mudando de opinião, né? Vamos ver...
Agora que expliquei minhas razões para as duas mais listadas em todos os rankings de preferência -  menos no meu, segue abaixo meu 10º colocado:
10 – R E V E N G E

Ahhh o coração até bate mais forte <3 hehe
Baseado no best-seller “O conde de Monte Cristo”, Revenge nos traz um misto único de romance, ação, aventura, drama e muuuuito suspense. É mais uma das surpresas que tive a felicidade em quebrar a cara com prazer, pois torci o nariz antes de começar a acompanhar por puro preconceito bobo, mas me rendi ao poder desse seriado logo no 1º episódio. Apesar de parecer “série de mulherzinha”, possui um roteiro muito bem amarrado e nada, absolutamente nada acontece sem uma razão lógica que se torna um longo baque depois.
Alguns episódios (principalmente da 1ª temporada) são de tirar o fôlego, não raro você fica de queixo caído ao achar que determinado caso terá um certo desfecho, e no fim das contas acontecer algo completamente inesperado. O coração fica escorregando pela garganta cada vez que surge o perigo da Emily ser pega no flagra e se lascar durante o plano hahahahah. Mas ela samba de fio dental na cara da sociedade cada vez que se dá bem e elimina os vilões um por um *-*

Bem, no enredo Emily Thorne é o pseudônimo de Amanda Clarke, uma órfã que teve a vida arruinada após seu pai ser alvo de uma jogada de mestre de poderosos com quem trabalhava. Seu pai, David Clarke, foi um inocente condenado como terrorista, enquanto Amanda passou a adolescência acreditando que era filha de um monstro. Anos depois, após a morte de David, o milionário Nolan Ross doa à Amanda parte de sua fortuna (pois David foi o principal investidor de sua empresa quando ninguém mais acreditava nele), e ela, aos poucos, vai descobrindo parcelas da verdade que envolve o terrível esquema do qual seu pai foi vítima. Daí então o bicho pega e o bagulho fica sério: Amanda troca de identidade com uma amiga de reformatório e volta aos Hamptons como Emily Thorne, disfarçada de socialite e disposta a eliminar cada um dos poderosos que destruíram a reputação de seu pai. Com sua fortuna recém-adquirida, a fofa vai ao Japão preparar suas estratégias numa escola de vingança e passa a estudar cada adversário antes de dar o truque. E assim, Emily consegue mudar a vida de cada um que cruza seu caminho, seja pro seu merecido bem ou mal ;*
De início é possível sentir uma raivinha da frieza com que Emily leva sua vingança, mas com a ajuda dos flashbacks do passado nos damos conta do quanto a família Grayson e seus comparsas merecem pagar por tudo que causaram...

O ponto alto da série é que agrada a gregos e troianos, tanto os fãs de suspense quanto os de drama. Cada episódio traz uma porção de ironia, falsidade, personagens mesquinhos e manipuladores, tiradas geniais da dupla Nolan-Emily, uma pitada de romance gay (spoiler: ainda torço por Patrick e Nolan até o final) e claro, muuuuuuita articulação de todas as partes.
O elenco é um show à parte, os personagens Victoria e Conrad são realmente a alma da série, sem o egoísmo e a ganância deles NADA moveria os acontecimentos importantes da trama, até o pé-no-saco do Daniel é peça chave na história, e claro, não posso deixar de falar sobre Jack Porter, a única alma pura, boa e inocente da trama, um humilde e honesto trabalhador que também foi prejudicado pelos Graysons e mais do que merece ter seu final feliz com Amanda/Emily, seu amor de infância que por muito tempo teve de enganá-lo para não se desviar do plano de vingança.

Enfim, todos os personagens são elementos essenciais que se misturam entre passado, presente e futuro dentro do universo Revenge, e que pena que não posso dar muito spoiler, pois adooooro falar mal de alguns personagens e desejar o fim deles pra abrir o caminho pro casal Amanda/Emily e Jack HAHAHAHHAH

Emily entre o mocinho Jack e seu inimigo, Daniel Grayson 
Enfim, Revenge atualmente está em sua terceira temporada e dizem as más línguas que se encerrará na quarta, partindo meu coração ao meio. Infelizmente hei de concordar com essa atrocidade, não há mais o que se esticar na história, uma hora a identidade de Emily terá de ser descoberta por todos e o final promete ser bom-bás-ti-co!!! Só sei que fará muita falta, já estou desolada acompanhando desesperadamente a 3ª, já com aquele sofrimento por antecipação em saber que a próxima temporada será o último ano :(

E agora minha opinião pessoal (COM spoilers): caso não tenham percebido, sou completamente #TEAMJACK hahahaha Eu acho que os dois já sofreram demais e que no fim das contas Emily tem que ficar com ele e assim ser feliz para sempre, dar o fora de vez no sem graça do Aiden (assim que ele vingar a morte de seu pai também), e claro, destruir os poucos que restam de sua lista de vingança ^^ Mas, apesar de sonhadora, sou realista, e pelo andar da carruagem estou achando que os roteiristas vão me trollar e farão o Jack ficar com a sem sal da Margot e a Emily, com o mais sem sal ainda do Aiden =(((((((((((((((((( 
Mas tudo bem, muita água vai rolar ainda até a última season finale *-* O que não pode deixar de acontecer é que Emily seja finalmente vingada, né? Afinal, ela perdeu muito antes e depois de aparecer nos Hamptons, e agora é tudo ou nada! Após três anos da história inteira se voltar em torno de uma vingança, o que não pode rolar no final é o triunfo da família Grayson, né? Torço para que ela derrube Victoria, humilhe a sonsa da Charlotte, tire cada centavo do chato do Daniel e fique com o Jack, lógico! Bem loira, rica e vingadããm *-*
E alguém aí, já assistiu? Caso não, já está mais do que recomendado. Claro que gosto é gosto, mas em minha humilde opinião, Revenge dá de 10x0 em muuuuuuuito seriado por aí! E posso afirmar mais: é impossível permanecer apático à saga de Emily Thorne ;*
Vale a pena conferir, prometo!

Nota: Quer saber mais sobre séries? Confira as recomendações das colaboradoras Meggy clicando aqui e da Sapathaís aqui;*
Hell (bat0mcomalcool)

AUTOR

Hell (bat0mcomalcool). Vulgo Hell {Ellen F.}. Ex-punk, fumante inveterada, colorida e rabiscada. Geminiana em dobro. Filha de Xoroquê e neta da Grande Mãe. Adotou o deboche como filosofia de vida e aceita a decadência como eterna companhia. Viciada em História, política, poesia, cultura vintage, seriados, literatura e The Sims.

5 comentários:

  1. Ah, eu acho Breaking Bad super foda, mas concordo com o que você disse! Nas primeiras temporadas assisti assim zZz, mas ai da quarta em diante, deslanchou e concluiu de uma maneira tão foda, que não pude deixar de favoritar! Hauhauha!

    (TBBT eu concordo, não foi um seriado que me pegou, apesar de eu dar umas risadinhas ou outras com o Sheldon.) :D

    ResponderExcluir
  2. Vou ter que assistir saporra de Revenge, todo mundo fala bem, mesmo parecendo ser uma bosta.

    Breaking Bad é foda, mas realmente é novelinha excêntrica. Se você não se envolve na história logo, cai no tédio mesmo.

    The Big Bang Theory é destaque por causa dos personagens super originais e da boa sacada dos diálogos. Eu particularmente gosto porque meu lado loser se alegra em imaginar um mundo onde losers têm finais quase felizes e/ou pelo menos divertidos. Você era do time do bullying, por isso não gosta. =/

    ResponderExcluir
  3. Cond Vlad kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...podre

    PS: ainda não li... mas certeza que nossos gostos vão bater bem pouco heheheh

    ResponderExcluir
  4. EHAUEHUAE aff fala não, Sapa! Seu amigo Lucas é ridículo, fiquei dois dias rindo disso ¬¬ ueahueauehua

    ResponderExcluir
  5. aown eu amo revenge e a emily vai ficar com o jack pq no fim da 3 o aidem morre, vs viu ne? <3

    ResponderExcluir

 Espaço livre para sugestões, críticas e elogios;
 Você pode comentar como anônimo ou utilizando seu nome/URL, conta do Gmail ou Wordpress;
 Sua opinião é bem-vinda, contanto que não seja homofóbica ou racista. Agradecemos :)